Publicado 08 de Maio de 2015 - 11h05

A JBS-Friboi, em Barretos, suspendeu nesta semana 400 funcionários pelo período de cinco meses. Foi a alternativa encontrada, segundo o sindicato da categoria, para evitar que fossem demitidos de imediato. Pelo acordo, os empregados receberão o seguro-desemprego, sendo a diferença em relação aos salários paga pela empresa.

Eles também frequentarão cursos profissionalizantes e terão direito a uma cesta-básica mensal de R$ 130. Mas no período deixam de ser recolhidos o INSS e o FGTS. Depois do retorno os empregados ainda terão dois meses de estabilidade no emprego, podendo a partir daí serem dispensados.