Publicado 05 de Maio de 2015 - 13h03

revólver, arma e morte em São Paulo

Reprodução

revólver, arma e morte em São Paulo

Policiais militares foram acionados, na madrugada desta terça-feira (5) após um homem armado invadir e atirar numa sala de velório numa funerária, em João Pessoa. De acordo com a PM, o jovem velado foi baleado no último domingo (3) e supostamente faria parte de uma facção criminosa.

A invasão no velório aconteceu por volta das 4h quando o homem entrou na sala, pediu para família se afastar e atirou duas vezes contra o caixão. Ao deixar o local, ainda atirou para cima, como um "gesto" ou "símbolo" de comemoração entre facções. Depois, fugiu a pé.

O atirador não foi encontrado e polícia disse que a família não soube explicar quem seria o homem. O delegado Reinaldo Nóbrega, titular da Delegacia de Homicídios, disse que o jovem velado era investigado por crime de homicídio e morreu no hospital na segunda-feira (4) antes do fim do inquérito aberto pela Polícia Civil.