Publicado 04 de Maio de 2015 - 19h27

Por Agência Estado

Uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando seu preço representa mais de 70% do valor da gasolina

Divulgação

Uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando seu preço representa mais de 70% do valor da gasolina

 Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros caíram em 16 Estados e no Distrito Federal, subiram em 9 e ficaram estáveis no Amapá, na semana passada. Na semana anterior, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) havia apurado queda em 10 Estados, alta em 15 e no Distrito Federal e estabilidade em Rondônia. Os dados mostram que no período de um mês o etanol subiu em 14 Estados e no Distrito Federal, caiu em 12 outros e não oscilou no Ceará.

Em São Paulo, principal Estado consumidor, a cotação cedeu 0,68% para R$ 2,023 o litro. No período de um mês, acumula queda de 2 22%. Na semana, o maior avanço das cotações foi registrado em Roraima (0,70%), enquanto o maior recuo ocorreu em Mato Grosso do Sul (-1,27%). No mês, a maior alta foi registrada também no Amapá (3,33%) e a maior queda, no Paraná (3,27%).

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1 649 o litro, no Estado de São Paulo, e o máximo foi de R$ 3,61 o litro, no Amazonas. Na média, o menor preço foi de R$ 2,023 o litro, em São Paulo. O maior preço médio foi verificado no Amapá de R$ 3,10 o litro.

Escrito por:

Agência Estado