Publicado 09 de Maio de 2015 - 11h05

Por France Press

Seis guardas e 30 prisioneiros morreram em um incidentes de prisão ao norte de Bagdá, onde 40 presos conseguiram fugir, disse neste sábado (9) um porta-voz do Ministério do Interior iraquiano.

A violência irrompeu na sexta-feira depois que um prisioneiro pegou a arma de um guarda da prisão localizada nos terrenos da principal delegacia de polícia em Khalis, cerca de 50 km da capital, disse o porta-voz Saad Maan.

"Um dos prisioneiros pegou a arma de um guarda. Ele o matou e, em seguida, foi para o depósito e tomou outras armas", explicou o porta-voz. Ele acrescentou que um tenente e cinco policiais foram mortos nos confrontos.

"Quarenta prisioneiros escaparam, Nove deles estavam detidos sob a acusação de terrorismo e outros crimes de direito comum".

Segundo ele, 30 prisioneiros mortos foram presos sob a acusação de terrorismo.

Fugas são comuns no Iraque, onde os ataques em duas grandes prisões perto de Bagdá permitiu a mais de 500 detentos fugirem em julho de 2013.

Escrito por:

France Press