Publicado 08 de Maio de 2015 - 11h14

Por France Press

Ao menos dez pessoas morreram nesta sexta-feira (8) em um ataque contra um local de culto xiita na província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

O ministério do Interior e a polícia falaram de um duplo ataque, enquanto o EI, em um comunicado publicado em sites jihadistas, informou sobre um ataque suicida com carro-bomba.

Pelo menos 10 pessoas, incluindo um policial, foram mortas e 15 ficaram feridas no ataque ocorrido na região de Baladrouz, 75 km a sudeste de Baquba, capital da província de Diyala, indicou um comunicado do ministério do Interior.

Segundo a polícia, um carro-bomba explodiu em frente ao local de culto após a oração xiita. Um homem-bomba detonou seu cinturão de explosivos perto do local.

O ataque foi rapidamente reivindicado pelo grupo extremista sunita EI, que controla grandes porções do território iraquiano e que realiza regularmente ataques contra a comunidade xiita no Iraque.

Escrito por:

France Press