Publicado 31 de Maio de 2015 - 17h38

Por Agência Anhanguera de Notícias

Luiz Gonzaga Belluzzo integra a equipe de articulistas do Correio Popular: ele escreve quinzenalmente, aos domingos, na editoria de Economia

Cedoc/RAC

Luiz Gonzaga Belluzzo integra a equipe de articulistas do Correio Popular: ele escreve quinzenalmente, aos domingos, na editoria de Economia

Valorizar as diferentes correntes de opinião, fortalecer ainda mais o espaço para o debate de ideias e, fundamentalmente, oferecer a oportunidade de um diálogo diário entre quem escreve e os leitores. A presença dos colunistas em um jornal consolida o seu compromisso com a democracia e a pluralidade, além de incentivar o pensamento crítico. É com a certeza de continuar defendendo esses ideais e produzir um jornalismo de excelência que o Correio inicia neste domingo (31) uma completa reestruturação de seu conjunto de colunistas fixos e colaboradores regulares. A mudança visa ampliar o time de analistas e otimizar suas participações. A reformulação ocorre nas editorias de Opinião, Cidades, Economia e Cultura.

Um dos grandes diferenciais no time de colunistas do Correio é que, em sua maioria, ele é formado por profissionais da região, o que é importante para quem deseja estar sempre bem informado. O colunista pode tratar sobre assuntos nacionais e internacionais, mas também vive e repercute as questões locais que são diretamente sentidas pelos leitores.

“O Correio vai muito além de ser um veículo de informação, ele é um espaço de discussão de temas relevantes para a sociedade, uma tarefa que é feita tanto pelos jornalistas do impresso e da web quanto pelos seus colunistas. Nesse caso, é tradicional o jornal ter um número significativo de colunistas. São formadores de opinião importantes, que fomentam as discussões dos nossos problemas e auxiliam em suas soluções”, aponta Sylvino de Godoy Neto, diretor-presidente do Grupo RAC. “O Correio procura dar voz a todos os nichos de pensamento. Isso é a base do regime democrático e fortalece o debate”, acrescenta.

Para o diretor editorial Nelson Homem de Mello, a reestruturação dos colunistas tem o importante papel de colocar cada colaborador no espaço onde ele mais se encaixa, potencializando a sua participação. “O jornal tem o papel de oferecer para os leitores ideias que não são, necessariamente, as deles. É saudável que a pessoa conviva com opiniões diversas. Temos um quadro de colunistas tradicionalmente grande e bom”, aponta. “Nosso diferencial é que quase a totalidade do quadro de colunistas são pessoas daqui, que tratam das questões que estão próximas da nossa sociedade. Isso é muito útil para que possamos conhecer os nossos problemas, pensar a respeito deles e incentivar transformações”, afirma Homem de Mello.

Para o editor-executivo do Grupo RAC, Marcelo Pereira, a pluralidade de ideias está no DNA do jornal e isso é reafirmado agora. “O Correio tem uma personalidade bastante marcante, que é a sua força de opinião. Ela é demonstrada diariamente em várias editorias, que são compostas por um time de respeito. São referências regionais e nacionais. O grupo é formado por profissionais liberais, advogados, jornalistas, juízes, publicitários, médicos, cronistas, escritores e acadêmicos. Isso dá ao jornal uma personalidade praticamente única, uma pluralidade que a gente não vê em boa parte, sobretudo, dos jornais regionais”, diz ele.

O ponto de vista fundamentado e a argumentação coerente são alguns dos pontos que o editor de Opinião do jornal, Rui Motta, ressalta para descrever a participação dos colunistas e colaboradores. “O Correio sempre primou por manter espaços importantes para a manifestação da opinião de seus leitores. Em todas as editorias é altamente perceptível a participação dos colaboradores, seja como fontes de informação ou personagens de reportagens. Entre os articulistas, a intenção é sempre privilegiar o ponto de vista fundamentado, o argumento coerente, a abordagem profunda e opinativa, realçando pontos de vista sobre assuntos factuais ou comportamentais, com respeito à diversidade e à polêmica, sempre no limite da razão e da educação”, ressalta o editor, lembrando que a seleção de articulistas leva em consideração sua importância na comunidade, a apresentação de argumentos coerentes e de forma clara, sua representatividade e a credencial para opinar sobre determinados assuntos.

Site

Como o jornal impresso tem por tradição manter um time forte de colunistas e colaboradores regulares, a versão do Correio Popular na internet não poderia ser diferente. O meio digital possui nomes exclusivos que contribuem semanalmente propondo ideias, informando e mantendo um diálogo que ganha eco nas redes sociais.

O neurocirurgião Feres Chaddad Neto, chefe da Neurocirurgia Vascular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); a psicóloga forense Maria de Fátima Franco dos Santos; a doutora em Música pela Unicamp, psicóloga e cega congênita Fabiana Bonilha; o psiquiatra, psicoterapeuta e sexólogo Joaquim Motta e o blogueiro Charles Oliveira são os colaboradores fixos do site Correio.com.

Assim como na versão impressa, a diversidade de posicionamentos e personalidades dos colunistas contribui para o diálogo plural diário no mundo digital.

“A diversidade de opiniões é fundamental para a democracia e oferece uma gama variada de temas e assuntos que ajudam o internauta a ter uma visão mais ampla da sociedade”, reforça Patrícia Penzin, editora-coordenadora do site. “No nosso time temos músico, neurocirurgião, psicólogos, sexólogo e até um médico intervencionista da dor que escrevem artigos semanais sobre temas relacionados à sua área de atuação, mas sempre com um enfoque atual”, explica a editora.

Confira o nome de todos os colunistas e as respectivas editorias e dias em que serão publicados

OPINIÃO

Domingos

Zeza Amaral

Carlos Alberto Di Franco - (quinzenal)

Flavio Corrêa (Faveco) - (quinzenal)

Segundas-feiras

Fábio Toledo (quinzenal)

Gaudêncio Torquato (quinzenal)

Terças-feiras

Manuel Carlos

Quartas-feiras

André Fernandes

Gustavo Mazzola (quinzenal)

Quintas-feiras

Zeza Amaral

Sextas-feiras

José Nalini

Sábados

Alberto Dines

Diariamente

Dalcio Machado - Charges

CIDADES

Domingos

Zoom (Imagem da Semana – RAC e leitores)

Segundas-feiras

Tadeu Fernandes

Terças-feiras

Padres da Arquidicose: Padre José Antônio Trasferetti, Padre José Arlindo de Nadai, Padre Manoel Messias Pereira Martins, Padre Paulo Roberto Emiliano e

Padre Victor da Silva Almeida Filho

Quartas-feiras

Marcos Inhauser

Quintas-feiras

Jorge Massarolo

Sextas-feiras

Pasquale Cipro Neto

Sábados

Espaço aberto para colaboradores

Diariamente

Milene Moreto - Xeque-Mate

ESPORTES

De terças-feiras a domingos

Carlo Carcani Filho

Sábados

Julianne Cerasoli

Terças-feiras

Zeza Amaral

ECONOMIA

Domingos

Luiz Gonzaga Belluzzo (quinzenal)

Hélio Paschoal (quinzenal)

BRASIL

Quartas-feiras e domingos

Carlos Brickmann

CADERNO C

Segundas-feiras

Paulo Coelho

Terças-feiras

Arnaldo Jabor

Quarta-feiras

Aquiles Reis

Quintas-feiras

Edu Almeida/Lalá Ruiz/Marcelo Sguassábia/Rodrigo de Moraes

Sextas-feiras

Cecílio Elias Netto

Sábados

Integrantes da Academia Campinense de Letras (ACL) e da Academia

Campineira de Letras e Artes (ACLA)

Domingos

Antonio Contente

Fábio Trindade - Serí(e)ssima

De terças-feiras a domingos

Flávio Ricco (TV)

João Nunes (crítico de cinema)

Diariamente

Almir Reis (Societá)

Oscar Quiroga (horóscopo)

TURISMO

Domingos

Eduardo Gregori

METRÓPOLE

Suzamara Santos – Líquido & Certo

Chef Lauro Lucchesi – Espaço Goumert

Marita Siqueira – Doses

Luís Cesar de Souza Pinto – Motor Premium

Rogério Verzignasse – Baú de Histórias

Érica Araium - Comer e Beber

Guilherme Gongra - Glamour

 

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias