Publicado 08 de Maio de 2015 - 20h36

Por Da Agência Anhanguera

Cerca de 80 mães de alunos do Ensino Fundamental da Escola Estadual Professora Neli Helena Assis de Andrade, no Parque Prado, foram homenageadas pela Polícia Militar (PM) e por seus filhos, na tarde desta sexta-feira (8), em Campinas. A ação promovida pela PM aconteceu no Shopping Parque Prado.

Elas ganharam rosas vermelhas, fizeram ginástica e receberam, junto com os filhos, dicas de segurança pessoal e técnicas de primeiros socorros como a utilizada em casos de asfixia e sufocação de crianças.

No fim, os estudantes, com idades entre 6 e 7 anos, puderam tirar fotos em duas viaturas da PM paradas no estacionamento do centro de compras.

“O evento, além de homenagear, ao lado das crianças, as mães, serve para promover uma interação maior entre as forças policiais e a população, e também com as crianças. Estamos fazendo um reforço nos entornos dos centros comerciais devido ao aumento de fluxo de pessoas pelas compras de Dia das Mães. A ação aqui também apoiou esse fato”, afirmou o cabo e coordenador da comunicação social da PM Rodrigo Forenze.

Além das homenagens no interior do shopping, dezenas de mães motoristas, que trafegavam pela Avenida Washington Luis, em frente ao shopping, foram paradas numa suposta blitz da PM. Na abordagem receberam um folheto com dicas de segurança e também um imã de geladeira parabenizando pela data.

“Estranhei quando o policial me deu sinal para parar. Assustei até, mas em seguida me explicaram que era para uma homenagem. Legal a iniciativa”, afirmou a professora Laura Freitas, de 38 anos, mãe de três filhos.

No interior do centro de compras a agente de viagens Rafaela Baratelli, de 30 anos, participou da homenagem dos policiais acompanhada do filho de 6 anos. “Estou adorando tudo e ele mais ainda. Antes, quando ele via um policial sentia medo, não gostava. Hoje, ele mudou passou a gostar e esta empolgado dessa interação”, afirmou Rafaela.

A comerciante Carla Moreira, de 35 anos, também foi assistir a homenagem da filha e da polícia. “Achei as dicas importantes. Por mais que achamos que sabemos tudo, sempre tem alguma informação a mais para aprendermos”, afirmou. 

Escrito por:

Da Agência Anhanguera