Publicado 23 de Março de 2015 - 17h26

Por Agência Estado

O Corinthians aceitou ceder seu estádio para receber partidas dos torneios masculino e feminino de futebol da Olimpíada de 2016

France Press

O Corinthians aceitou ceder seu estádio para receber partidas dos torneios masculino e feminino de futebol da Olimpíada de 2016

O Corinthians aceitou ceder seu estádio para receber partidas dos torneios masculino e feminino de futebol da Olimpíada de 2016. No entanto, deixou claro que não gastará um centavo sequer por conta da competição. A decisão ocorreu numa reunião encerrada no início da tarde desta segunda-feira (23) em São Paulo. No entanto, ainda não está totalmente batido o martelo sobre a participação da cidade nos Jogos, pois isso depende de um acordo sobre quem arcará com os custos das estruturas temporárias necessárias para o Itaquerão.

A reunião teve a presença de representantes do clube, do Comitê Rio-2016, do Ministério do Esporte, da Prefeitura de São Paulo e do governo estadual. A CBF e a Federação Paulista de Futebol também estiveram representadas. "Estamos avançando. Todas as partes saíram com uma liçãozinha para fazer", disse uma pessoa ligada à organização dos Jogos.

Essa "liçãozinha" nada mais é do que o estudo das estruturas temporárias, os custos e quem vai arcar com o quê. Para a Olimpíada, é preciso a colocação de algumas tendas para receber o pessoal de apoio, equipamentos de segurança e, no caso do Itaquerão, adaptação nos vestiários para que possam ser utilizados pelas jogadoras das seleções de futebol feminino.

O valor que será gasto ainda não está fechado, mas o comitê acredita que ficará bem abaixo dos R$ 30 milhões que têm sido divulgado. Nos próximos dias, talvez ainda esta semana, deverá haver definição, pois a intenção do Comitê Olímpico Internacional (COI) é ter uma decisão sobre as sedes no fim do mês.

A Prefeitura deverá buscar parceiros para pagar a parte pela qual ficará responsável. O estado poderá fazer o mesmo. Há, ainda, a possibilidade de o Comitê Rio-2016 e o governo federal, por meio do Ministério do Esporte, colocarem algum recurso. A cidade de São Paulo deverá receber 10 ou mais jogos das competições de futebol da Olimpíada.

Escrito por:

Agência Estado