Publicado 26 de Março de 2015 - 17h14

Por Milene

Milene Moreto

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

A área é nobre e conta com várias casas luxuosas. Uma delas em particular possui 11 espaços que podem se transformar em salas ou escritórios, piscina e um detalhe que faz a diferença: fica em frente ao portão 5 da Lagoa do Taquaral, próximo a concha acústica. A localização é o que se pode chamar de privilegiada. Esse imóvel ainda tem outros atrativos interessantes. Acabamento interno de primeira e uma agradável área externa. Para alugar o espaço o interessado terá de desembolsar em 36 meses de contrato algo em torno de meio milhão. Acontece que esta bela casa não está mais no mercado desde janeiro, quando o secretário de Esportes da Prefeitura de Campinas, Oldemar Elias, o Professor Campos, decidiu fechar negócio para instalar a sede da pasta que comanda atualmente.

Apesar do contrato de locação ter sido assinado pelo Professor Campos no dia 20 de janeiro, alguns funcionários só foram vistos no local ontem e para levar alguns móveis. Até agora, poucos objetos estão no local que recebe cabeamento para a internet. Para que o secretário se instale nessa mansão junto com os demais 195 servidores, a Prefeitura de Campinas desembolsará por mês o R$ 12 mil.

Atualmente a Secretaria de Esporte funciona num espaço bastante amplo na Estação Cultura. Por lá, Professor Campos tem uma sala bem confortável com espaço para sua secretária e assessores além de outras salas para diversos departamentos do Esporte que também são amplas. A decisão de ir para a mansão que fica na Avenida Heitor Penteado ocorreu, segundo o secretário, devido a um projeto de expansão da Secretaria de Cultura.

O secretário disse que ao assumir o cargo, foi informado que não poderia permanecer na Estação Cultura porque o local serviria para ampliar projetos culturais, a Rádio Educativa e a TV da Prefeitura, além de abrigar parte da secretaria..

Questionado se não poderia ocupar então o espaço da Cultura no Palácio dos Jequitibás, Campos afirmou que não teria como transferir sua equipe para o Paço Municipal. Segundo o secretário, o grupo “não vivenciaria” o esporte se fosse realocado na Prefeitura.

Foi então que ele iniciou um mapeamento das casas do Taquaral. A ideia inicial era que a Secretaria funcionasse num espaço que fosse dentro da Lagoa, próximo ao Balneário, no prédio administrativo. A pasta até tinha dotação orçamentária para isso, no entanto, não existia projeto para a reforma e então a solução que consideraram viável foi a de alugar a casa.

“Para nós do Esporte, o Paço Municipal não é o ideal. Lá você não respira o Esporte. Nós avaliamos várias casas no Taquaral em busca de uma que tivesse um tamanho adequado para a equipe. Até a primeira quinzena de abril faremos toda a mudança”, disse professor Campos. A casa locada por R$ 12 mil abrigava uma clínica médica.

Nos 36 meses de locação, o secretário afirmou que a Prefeitura fará o projeto para a reforma do prédio administrativo do balneário. Até lá, todos os funcionários passarão a ocupar a casa alugada.

Vantagens

Entre as vantagens descritas no contrato de locação, a Secretaria fica livre de pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e demais taxas por se tratar de um aluguel para uso do poder público. Outro benefício é a possibilidade de romper o contrato a qualquer momento, sem que exista a aplicação de multas. A Prefeitura, se quiser cancelar a locação, não arcará com despesas relativas aos meses e dias restantes para o término do contrato.

Ocupação

A Estação Cultura passou a ser ocupada pela Secretaria de Esporte em 2012 diante de uma grande polêmica. Antes dos funcionários mudarem para o lugar, as salas eram utilizadas pelo Projeto Guri que atendia 156 jovens. O secretário de Esportes responsável pela mudança na época, Caio Carneiro, ignorou os debates propostos na Câmara para tratar do assunto e se instalou na estação. O Projeto Guri permaneceu em nove salas reformadas na Estação Cultura, mas o espaço não agradou os gestores do projeto que passaram a ocupar a Associação de Educação Homem de Amanhã. Colaborou Cecília Polycarpo/AAN.

Escrito por:

Milene