Publicado 24 de Março de 2015 - 18h49

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Dois bandidos foram presos em flagrante anteontem a noite, em Paulínia, após tentarem roubar o carro de uma comerciante de 49 anos, que chegava no shopping. Os criminosos desistiram da ação porque a mulher não parava de gritar. Eles correram e foram pegos pela Guarda Municipal cerca de uma hora depois em um ponto de ônibus. Com Felipe Marques da Silva os guardas acharam um simulacro de pistola ponto 380. Silva e Leonardo Santos da Silva, 20 anos, confessaram o crime. Eles são amigos e Felipe tem passagem criminal por roubo.

O assalto foi as 21h15 na porta do shopping, do lado de fora. Segundo a vítima, os bandidos não mostraram arma e exigiram a chave do carro que estava na mão dela. "Não sei o que deu em mim e comecei a gritar sem parar. Então eles correram. Hoje penso na minha atitude e fico com medo pois se tivessem com uma arma de verdade poderiam ter atirado", disse a comerciante.

A mulher disse que entrou no shopping para pedir socorro, mas só achou um segurança no segundo piso do centro comercial. O vigia teria dito que não era da alçada dele e a mandou ligar para a polícia. "Fiquei indignada. Um shopping não ter seguranças? Os bandidos estavam na porta", falou.

A reportagem tentou contato com representantes do shopping através do telefone existente na página da internet, mas não conseguiu.

Escrito por:

Alenita de Jesus