Publicado 24 de Março de 2015 - 19h05

O espetáculo Um Porto para Elizabeth Bishop, com a atriz Regina Braga, abre hoje a Mostra de Teatro Panorama Petrobras Distribuidora de Cultura, que reúne produções relevantes do cenário teatral brasileiro. Após temporada de sucesso no Rio de Janeiro e São Paulo, a Mostra chega a Campinas com seis espetáculos, entre março e agosto, a preços populares. Trata-se de uma parceria entre a Petrobras e o Ministério da Cultura, com apoio da Prefeitura de Campinas e a Conteúdo Teatral, administradora do Teatro Amil, que receberá quatro dos seis espetáculos. Haverá ainda uma apresentação gratuita na Estação Cultura e um infantil no Teatro Municipal José de Castro Mendes, num total de 12 apresentações, duas de cada espetáculo.

“Esta é a terceira edição da mostra. Trata-se de um recorte do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura (PPDC), de circulação nacional, e que busca contemplar projetos de êxito em suas regiões. A preocupação é disseminar espetáculos de sucesso e promover o intercâmbio entre as produções das diferentes regiões brasileiras”, explica Celso Lemos, produtor e idealizador da Mostra. Segundo ele, anualmente o PPDC contempla de 60 a 80 produções. “Na mostra, temos um recorte desse material. Este ano teremos apresentações no Rio de Janeiro e em Campinas, abrangendo 12 espetáculos. No Rio, serão apresentados dez e, em Campinas, seis deles”, diz Lemos.

Ele destaca outro diferencial da Mostra. “As sessões terão tradutores para linguagem de sinais (libras) e audiodescrição, em dias alternados. O objetivo é permitir o acesso a todos as pessoas, numa ação inclusiva”, afirma. Os preços populares, de R$ 20,00, são outro atrativo. “Em carreira regular nos teatros, espetáculos desse porte custam de R$ 60,00 a R$ 80,00. A proposta da Mostra é facilitar o acesso, por isso os valores bem abaixo do mercado”, comenta. Os ingressos podem ser comprados na bilheteria dos teatros, sempre meia hora antes de cada apresentação. Os espetáculos escolhidos foram contemplados na 3 edição do PPDC 2013/2014, seleção pública para circulação de peças teatrais não inéditas no Brasil.

O espetáculo de abertura, Um Porto para Elizabeth Bishop, tem texto de Marta Góes e direção de José Possi Neto. Retrata os anos em que a poeta norte-americana, prêmio Pulitzer de Poesia de 1956, viveu no Brasil, nas décadas de 1950 e 1960. “O que aparece na peça são os anos de sua convivência com Lota Macedo Soares, o grande amor de sua vida e sua relação afetiva mais duradoura. Foi por causa de Lota que ela ficou no Brasil, e foi nesses anos que ela produziu uma parte importante de sua obra”, explica Marta Góes.

A Mostra possibilitará ao público o acesso a um mosaico da nova seleção pública do PPDC. “Trata-se de oportunidade única para conhecer a diversidade da nossa recente produção teatral”, diz Alena Aló, gerente de Patrocínio da Petrobras Distribuidora. “A Mostra de Teatro surgiu do interesse em reunir espetáculos de excelência comprovada, tanto de crítica, como de público, numa grande oportunidade para o público rever seus espetáculos favoritos”, reforça Celso Lemos.

Outros espetáculos

Os espetáculos da Mostra de Teatro ocorrem às quartas e quintas-feiras, no Teatro Amil. As exceções são o infantil O Menino Teresa, que será apresentado dias 8 e 9 de agosto, no Teatro Castro Mendes, e o espetáculo gratuito Mistero Buffo, com Domingos Montagner, Fernando Sampaio e Fernando Paz, dias 4 e 5 de abril, na Estação Cultura, às 20h e 18h, respectivamente. Outras produções no Amil são: Ausência, com Luiz Melo (27 e 28 de abril); Domésticas, direção de Bianca Byington (27 e 28 de maio); e Obsessão (24 e 25 de junho).