Publicado 01 de Março de 2015 - 5h30

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), entregou ontem a reurbanização de duas praças públicas, nos bairros Chácara da Barra e Vila Industrial, que receberam investimentos de quase R$ 1 milhão. As entregas fazem parte do conjunto de 120 praças já revitalizadas, de um total de 1,8 mil que existem na cidade. Até o final do ano, a promessa do governo é reformar outros 50 espaços que sofrem com a degradação de vândalos e abandono.

Na Praça Iolanda Aparecida Vilella Dirani, na Chácara da Barra, a Prefeitura instalou ao longo dos 22 mil metros quadrados de área passeios de concreto, campo de futebol, academia de ginástica para a terceira idade, além da drenagem da água de uma nascente que existe na praça, agora utilizada para a formação de um lago. O local foi criado em 1988 e a princípio era um bosque, mas sofria constante degradação.

Já a Praça Guido Segalho, na Vila Industrial, recebeu investimento de aproximadamente R$ 270 mil, e foram instaladas novas iluminações, academia e um campo de futebol. “Plantamos 12 mil metros quadrados de grama Esmeralda, que não exige muito corte. Também foram pavimentados cerca de mil metros de calçadas”, explicou o secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulella.

O prefeito frisou que nas regiões que receberam revitalização de praças foi constatada a diminuição no fornecimento de remédios para pressão alta, diabetes e antidepressivos. “Quando há espaços verdes, as pessoas caminham mais e consequentemente as ajudam na saúde”, destacou o prefeito. A Guido Segalho é um espaço que faz parte do programa de adoção de praças, mas que vinha sofrendo degradação, inclusive se transformou nos últimos meses em local de abrigo para moradores de rua. “É importante a adoção de praças, mas intervenções maiores precisam ser feitas pela municipalidade”, disse o prefeito.

Jonas antecipou que em julho, nas comemorações do aniversário de Campinas, a região do bairro Vida Nova — onde ocorreu a chacina de 12 jovens no início do ano passado —, receberá parque com três lagoas, dentro de uma área duas vezes o tamanho do Bosque dos Jequibás. “Vamos ter mais de 200 postes de iluminação e será um dos principais parques da cidade”, garantiu. (Gustavo Abdel/AAN)