Publicado 23 de Março de 2015 - 5h30

O Corinthians começou a maratona de quatro jogos em oito dias pelo Campeonato Paulista com uma importante vitória. Com um jogador a mais desde os 24 minutos do primeiro tempo, quando o goleiro Douglas foi expulso corretamente pelo árbitro Guilherme Ceretta de Lima, o time alvinegro levou um susto na etapa final, quando sofreu dois gols, mas derrotou o Capivariano por 3 a 2, ontem, na Arena Capivari, em Capivari, pela 11rodada.

Com o resultado, o time do técnico Tite continua invicto e na liderança do Grupo B, com 26 pontos — são oito vitórias e dois empates em 10 partidas. A equipe alvinegra, que enfrenta uma maratona por causa da participação na fase preliminar da Copa Libertadores, entra em campo novamente nesta terça-feira diante da Portuguesa, em jogo adiado pela 4ª rodada, no Itaquerão. Depois enfrenta a Penapolense na quinta, novamente em casa, e o Bragantino, no domingo, em Bragança Paulista (SP).

Sem Elias, que se apresentou à seleção brasileira para amistosos contra França e Chile, o Corinthians perdeu claramente força na saída de bola. Cristian não dispõe da mesma qualidade do titular Para piorar, o Capivariano jogava fechado e não queria se expôs, mesmo atuando em casa.

O estado do gramado, em péssima condição por causa da chuva que caiu na véspera da partida e da deficiência no sistema de drenagem, era outro aspecto que dificultava o trabalho dos jogadores alvinegros. Apesar das condições, o visitante dominou a partida ainda mais quando ficou com um homem a mais a partir dos 24 minutos. Oliveira tentou driblar Renato Augusto no meio de campo, o corintiano ficou com a bola, avançou e, ao tentar passar pelo goleiro, Douglas tocou com a mão esquerda fora da área e foi expulso.

O primeiro gol veio os 42 quando Renato Augusto caiu pelo lado esquerdo, confundiu os marcadores e deu lindo passe por trás da defesa para Emerson. O atacante finalizou de pé esquerdo, sem chances para André Luís. Dois minutos depois, Guerrero ampliou.

O Capivariano diminuiu aos 12 minutos. Vinícius encontrou Rodolfo na área pelo lado esquerdo, que rolou para Kleiton Domingues. Diante de Cássio, o meia errou o chute e enganou o goleiro.

O gol serviu para acordar o Corinthians que marcou o terceiro rapidamente. Jadson deu um passe preciso para mais um gol de Guerrero, aos 20 minutos.

Os donos da casa ainda diminuíram aos 38 minutos, Em cobrança de falta na área, o zagueiro Fernando Lombardi sozinho para marcar de cabeça. (Agência Estado)

Tite desculpa a relaxada do time no segundo tempo

O técnico Tite minimizou o relaxamento da equipe no segundo tempo na vitória apertada de ontem. O treinador preferiu enaltecer o desempenho da equipe na etapa inicial, quando abriu 2 a 0. "Por vezes, inconscientemente o atleta se deixa levar e entra mais leve. Não se deu hoje (domingo) no primeiro tempo, a expulsão foi pela marcação. No segundo tempo caiu um pouquinho o ritmo. Criamos oportunidades, mas faltou definir e tivemos um placar mais ajustado, um pouquinho por causa desse ritmo", afirmou Tite.

Tite fugiu de uma análise sobre o comportamento da defesa, que sofreu dois gols pela primeira vez na temporada. Sem Gil, que está com a Seleção, Edu Dracena foi titular ao lado de Felipe. "Não vamos pegar um fato isolado, mas, sim, o que vem no geral, pelo que foi mostrado até o momento nos outros jogos." (AE)

CAPIVARIANO

Douglas; Oliveira, Marllon, Fernando Lombardi e Pedro Henrique; Júlio César, Samuel Souza, Wigor (André Luís) e Kleiton Domingues (Aílton); Rodolfo e Vinícius (Regis). Técnico: Ivan Baitello.