Publicado 01 de Março de 2015 - 5h30

Depois de marcar os dois gols da vitória importantíssima por 2 a 1 Barcelona sobre o Manchester City na Liga dos Campeões, Luis Suárez voltou a ser decisivo no triunfo por 3 a 1 sobre o Granada, neste sábado, pela 25 rodada do Campeonato Espanhol.

Com o triunfo, o Barça deixou para trás o tropeço da semana passada, quando perdeu por 1 a 0 para o Málaga (7), em pleno Camp Nou. Os catalães ficaram um ponto atrás do líder Real Madrid, que entrará em campo pressionado para seu duelo complicado com o Villareal (6), hoje, no estádio Santiago Bernabéu

Contratado por mais de 80 milhões de euros junto ao Liverpool, Suárez calou de vez os críticos que questionavam seu rendimento desde sua volta de suspensão pela mordida no italiano Chiellini ao ter participação decisiva nos três gols da sua equipe.

"Agora, ele está ganhando mais destaque, mas desde que chegou ao nosso clube vem jogando em alto nível. Sempre faz um trabalho especial, muito interessante", elogiou o técnico Luis Enrique.

Como na terça-feira, em Manchester, 'Luisito' entrou 'mordido' no estádio Los Carmenes de Granada, e sua garra acordou um time do Barça sem inspiração.

Aos 25 minutos de jogo, o uruguaio recebeu belo lançamento de Jordi Alaba e chutou de canhota. A bola ficou sem direção, mas resvalou em Cala e sobrou para Rakitic, que abriu o placar em uma das únicas chances dos visitantes no primeiro tempo.

Rakitic devolveu a gentileza pouco depois do intervalo, ao deixar Suárez na cara do gol com linda tabela. O 'pistoleiro' não perdoou e tocou na saíra de Olazabal para ampliar o marcador, aos 3 do segundo tempo. Valente, o Granada não desistiu do jogo e descontou de pênalti cinco minutos depois, após Bartra derrubar na área o malinense Bangoura.

A obra-prima do show de Suárez ainda estava por vir. Aos 25, o camisa 9 fez grande jogada na direita, após receber outro grande passe de Rakitic, e rolou para Messi, que só teve o trabalho de empurrar para as redes. O argentino anotou seu 27 gol da temporada na Liga Espanhola, dois a menos que o artilheiro Cristiano Ronaldo.

Neymar passa em branco

Na reestreia do corte moicano que virou sua marca registrada no início da carreira, Neymar fez fila na ponta esquerda, envolvendo dois marcadores com dribles desconcertantes, e deu um passe açucarado para Messi, que perdeu seu duelo cara a cara com o goleiro.

No duelo de ontem não teve gol de Neymar, mas o importante é que o Barça reencontrou o caminho da vitória na competição.

Suárez não foi o único a brilha ontem. Poucas horas depois, o meia Alberto Bueno anotou em apenas 14 minutos os quatro gols da vitória por 4 a 2 do Rayo Vallecanosobre o Levante.