Publicado 27 de Março de 2015 - 5h00

Por Milene Moreto

Milene Moreto - ig

AAN

Milene Moreto - ig

Não é só o Solidariedade que está de olho na Secretaria de Esportes em Campinas, alvo constante da cobiça alheia. Pelo menos outros dois partidos manifestaram o interesse em assumir a vaga que hoje pertence a Oldemar Elias, o Professor Campos (PSC). Ao que tudo indica o PRB e o PCdoB (antigo titular) ficaram de olho grande. Até agora, as conversas mais avançadas são com o Solidariedade, que colocou o nome do presidente da legenda, Dário Saadi, para assumir o posto. Mas outras definições estão por vir.

 

Ajustes

 

Outro partido que estaria com conversas mais próximas com o governo Jonas Donizette (PSB), já numa sinalização de apoio para 2016, é o PDT. Só que a aproximação pode ter sido feita até agora com os vereadores. O presidente da sigla, Pedro Serafim (PDT), disse nesta quinta-feira (27) que no momento não descarta sua filiação ao PMDB e nem mesmo o lançamento de seu nome para prefeito ano que vem na nova legenda, o que para ele seria um caminho natural.

 

Aprovada

 

A pauta do Sindicato dos Servidores para a negociação salarial deste ano foi aprovada nesta quinta em assembleia realizada no Paço Municipal. A categoria pede 18,64% de reajuste salarial. A pauta será protocolada no dia 1º de abril para só então começarem as negociações com o governo Jonas. 

Não entra

Apesar de ter conseguido uma liminar para retomar a cadeira de prefeito, Edson Moura Júnior (PMDB) permanecerá afastado da Prefeitura. A juíza eleitoral da cidade, Marta Brandão Pistelli, manteve no cargo o prefeito José Pavan Júnior (PSD), que assumiu dia 6 de fevereiro. A magistrada colocou em sua decisão que é preciso aguardar o julgamento das demais ações que resultaram na cassação do peemedebista. Ainda existem três processos.

Virou moda

O prefeito de Santo Antonio de Posse, Maurício Dimas Comisso (PRB), foi “intimado” pela Câmara a responder dezenas de requerimentos enfileirados desde 2014 e que até agora não tiveram sinalização do Executivo. O presidente da Casa, Fernando Serra (PSDB), avisou: se Comisso não responder até a sessão do dia 30 (segunda-feira), vai entrar com o processo de cassação do prefeito por descumprimento da Lei Orgânica — já que a Administração tem 30 dias para isso.

Não deu certo

Um processo semelhante ocorreu em Santa Bárbara d’Oeste. Os vereadores chegaram a abrir a Comissão Processante que, posteriormente, foi cancelada pela Justiça. O motivo era o mesmo: a falta de respostas a requerimentos do prefeito Denis Andia (PV).

No vácuo

Segundo o presidente da Câmara, o prefeito deixou no vácuo respostas para questionamentos ligados a empreendimentos imobiliários, reembolso de transportes dos estudantes, informações sobre o resultado de sindicâncias instauradas pela Prefeitura e cópia de dezenas de empenhos solicitados ao longo de 2014.

 

Eleito por unanimidade

 

O empresário José Eduardo Cobucci foi eleito nesta quinta-feira, por unanimidade, o novo presidente da Casa de Saúde de Campinas. Eles já estava no quadro de direção da unidade como primeiro-tesoureiro e agora assumirá o posto de comando. A posse da nova diretoria é imediata. Cobucci afirmou que pretende modernizar e trazer novas tecnologias ao hospital durante os três anos em que permanecerá na presidência. A unidade deve receber em breve equipamentos de última geração para a realização de diversos procedimentos.

COLABOROU GUSTAVO ABDEL/AAN

Escrito por:

Milene Moreto