Publicado 26 de Março de 2015 - 5h00

Remoção das famílias foi divulgada durante reunião

Divulgação

Remoção das famílias foi divulgada durante reunião

A Prefeitura de Sumaré anunciou que vai remover grande parte das famílias que

vivem em ocupações irregulares situadas nas áreas verdes públicas dos

bairros Parque Santo Antônio e Jardim Manchester. Tratam-se de habitações

precárias em locais que, historicamente, registram casos de alagamentos e

enchentes quando chove forte.

Após avaliação da Caixa Econômica Federal, as famílias a serem

reassentadas pela Prefeitura poderão ser encaminhadas para condomínios do

Programa de Habitação já em fase final de construção na Região do Matão.

O número total de pessoas que serão beneficiadas ainda está sendo definido

e será divulgado em breve. A equipe da Secretaria Municipal de Habitação

deve finalizar em breve os levantamentos que vão definir quais famílias

poderão ser reassentadas.

 

Demanda indicada

 

As famílias farão parte da chamada “demanda indicada” pelo Município

para unidades do Programa “Minha Casa, Minha Vida”.  A primeira reunião foi feita com moradores do Santo Antônio, que fica na Área Cura. Neste local, há mais de 150 moradias precárias em área pública, mas a indicação poderá ser parcial,

priorizando-se as famílias em áreas de maior risco.

 

No segundo encontro, a Prefeitura também anunciou a intenção de remover a maior parte das cerca de 66 famílias da ocupação de área pública no Jardim Manchester, na Região do Maria Antônia, para apartamentos em construção no Matão.

 

A exemplo do que ocorre com o Santo Antônio, a Secretaria de Habitação

ainda está definindo, junto à Caixa, exatamente quantas destas famílias

poderão ser contempladas, segundo os critérios do programa federal.