Publicado 20 de Março de 2015 - 17h33

Por Gustavo Abdel

Os bombeiros explicaram que o trabalho de busca é minucioso e precisa ser feito lentamente, já que pistas podem ser encontradas ao longo do trecho

Carlos Sousa Ramos

Os bombeiros explicaram que o trabalho de busca é minucioso e precisa ser feito lentamente, já que pistas podem ser encontradas ao longo do trecho

As buscas pela psicóloga Érika Rodrigues, de 38 anos, chegaram nesta sexta-feira (20) até Monte Mor, distante cerca de 30 quilômetros de Campinas. O helicóptero Águia da Polícia Militar (PM) sobrevoou a extensão do Rio Capivari até o município vizinho, mas não encontrou a vítima - desaparecida desde segunda-feira (16) após ser leveda pela enxurrada no Córrego Piçarrão, no Jardim Miranda, em Campinas.

O número de profissionais atrás de Érika Rodrigues, de 38 anos, dobrou esta sexta-feira, e chegou a 12 homens participando da missão, que se iniciou às 7h. Hoje os bombeiros de Campinas avançaram além do Parque Santa Bárbara – onde as buscas foram concentradas na quinta-feira (19).

A corporação deve contar com ajuda de sitiantes, já que o trecho a ser vasculhado faz parte da zona rural entre Campinas e o município vizinho. Até às 15h desta sexta as autoridades não tinham pistas sobre o paradeiro da mulher, que estava grávida de três meses.

Escrito por:

Gustavo Abdel