Publicado 23 de Março de 2015 - 17h57

Por Agência Estado

Feijão, que vinha de cinco torneios no saibro, teve dificuldades para se adaptar ao piso rápido de Miami

Divulgação

Feijão, que vinha de cinco torneios no saibro, teve dificuldades para se adaptar ao piso rápido de Miami

Em seu primeiro jogo após a boa participação na Copa Davis, João Souza, o Feijão, não conseguiu repetir o desempenho do confronto com a Argentina e foi eliminado logo na primeira rodada do qualifying do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. Nesta segunda-feira (23), ele foi derrotado pelo jovem alemão Alexander Zverev, de apenas 17 anos, por 6/3 e 7/5.

Feijão, que vinha de cinco torneios no saibro, teve dificuldades para se adaptar ao piso rápido de Miami. E, diante do bom desempenho de Zverev nesta superfície, não conseguiu parar o rival. O brasileiro, cabeça de chave número 1 do quali, só quebrou o saque do alemão no segundo set, mas não foi o suficiente para equilibrar o duelo. Zverev fechou o jogo após 1h35min.

Com a queda precoce de Feijão, o Brasil terá apenas um representante na chave de simples. Thomaz Bellucci entra na competição direto na chave principal. Seu adversário de estreia será o experiente australiano Lleyton Hewitt, ex-número 1 do mundo, de acordo com sorteio realizado nesta segunda. Será o primeiro confronto entre os dois tenistas no circuito profissional.

O tenista de 34 anos ocupou a liderança do ranking entre o fim de 2001 e o início de 2003 e conquistou dois títulos de Grand Slam (Wimbledon e US Open). No entanto, vem perdendo espaço no circuito a cada temporada e ocupa atualmente apenas a 107ª colocação.

Bellucci é o 81º colocado, mas exibe uma sequência negativa neste início de ano. Segundo brasileiro do ranking, ele vem de oito derrotas consecutivas e tenta recuperar a confiança no circuito. Se vencer Hewitt na estreia, Bellucci vai enfrentar na segunda rodada o uruguaio Pablo Cuevas, 21º cabeça de chave do torneio norte-americano.

O Brasil terá ao menos dois representantes nas duplas. Marcelo Melo e Bruno Soares vão jogar juntos, assim como costumam fazer na Copa Davis, por causa da ausência dos seus parceiros de costume.

FAVORITOS - Campeão em Indian Wells no domingo (22), o número 1 Novak Djokovic estreará direto na segunda rodada contra o vencedor do duelo entre o italiano Paolo Lorenzi e o eslovaco Martin Klizan.

Na outra ponta da chave, Rafael Nadal será o cabeça de chave número dois por causa da ausência de Roger Federer. O espanhol vai duelar na segunda rodada contra o vitorioso do confronto entre o ucraniano Sergiy Stakhovsky e o também espanhol Nicolas Almagro. O escocês Andy Murray terá pela frente o norte-americano Donald Young ou o taiwanês Yen-Hsun Lu, que duelam na rodada de abertura.

Escrito por:

Agência Estado