Publicado 23 de Março de 2015 - 5h00

Renato Leal

Divulgação

Renato Leal

Num passado não muito distante, na década de 90, Campinas e região foram reconhecidas e intituladas como Vale do Silício Brasileiro, comparado ao Vale do Silício existente na Califórnia nos Estados Unidos.

 

As principais razões é que tanto na Califórnia como na região de Campinas, tínhamos um polo tecnológico pujante, com envolvimento participativo de Universidades, governo e iniciativa privada com grandes empresas multinacionais, tais como IBM, Motorola, HP e Compaq etc.

Esta região perdeu esse reconhecimento nos últimos anos, por questões politicas e econômicas, e outros polos entraram na disputa. A tecnologia se desenvolveu, na era da internet, novos produtos e serviços se destacam, e o Vale do Silício Americano se reinventou e continua se desenvolvendo.

Campinas e Região vivem uns momentos oportunos e promissores para retomar seu posto de principal Polo Tecnológico e de negócios de nosso País, mais forte e preparado do que nunca.

O novo terminal do Aeroporto Internacional de Viracopos, grandes Universidades, importantes Parques Tecnológicos, excelente localização e infraestrutura rodoviária, além de novas políticas de incentivo fiscal na região, estão fomentando negócios, que devem reter e atrair novos empreendimentos, não só na área de Alta Tecnologia, mas também que desenvolvam o Comércio Exterior.

Pensando nisso, há alguns meses, um grupo de Empresários e Pessoas residentes na região decidiu criar a CCC&R – Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região, com o objetivo de promover e fomentar o Comércio Exterior a partir desta rica região.

 

A Câmara de Comércio Exterior vem para dar apoio as pessoas e empresas legalmente constituídas, que dentre suas atividades, constem aquelas vinculadas ao Comércio Exterior, especialmente no que concerne suas operações de exportação e importação de bens e serviços, agronegócios, turismo, transporte e logística.

A CCC&R não tem objetivo de competir com outras entidades, pelo contrário, veio para unir os esforços e promover uma agenda Positiva, com plano de ação específico e compromisso de atrair e manter empresas e investimentos nesta região.

A Câmara de Comércio Exterior, que reúne 45 municípios, entre eles os maiores da Região de Campinas que integram o Conselho Regional, através de representantes indicados pelos Prefeitos esta preparando um grande Banco de Dados, contendo principais empresas e produtos com potencial de exportação, o qual deve incluir uma lista das principais vocações de cada município.

A CCC&R reúne ainda representantes no Conselho de Cônsules e Conselho de Empresários e vem assinando acordos comerciais com diversas entidades internacionais, o que vai ajudar na aproximação dos interesses mútuos de negócios.

 

A Diretoria Executiva, o Conselho de Administração e Conselho Fiscal da CCC&R liderada pelo presidente dr. Romeu Santini, tem se dedicado a estruturação desta Câmara de Comércio com planos de atrair missões de negócios e fomentar o crescimento de nossa região neste ano de 2015.

Nos últimos meses, encontramos muita gente desanimada com a situação econômica de nosso País, empresários esperando para ver o que iria acontecer nas últimas eleições, ou aguardando para investir após os feriados de final de ano, ou depois do carnaval, e ao mesmo tempo, e felizmente vemos atualmente mais empresários e governantes acreditando num futuro próspero, criando leis de incentivo, aproveitando a oportunidade para se preparar melhor e investindo em áreas de necessidades básicas e no comércio internacional.

 

Já é possível constatar que há trabalho e oportunidades a quem se dispõem a enfrentar a crise, com garra e dedicação.

O momento é de investir e trabalhar para colher os frutos, e a Região de Campinas tem potencial para retomar uma posição destaque no cenário mundial.