Publicado 25 de Março de 2015 - 7h56

Por Agência Estado

Sem dinheiro para investimentos e com dificuldades na seara política, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou: 'Perdi o ano'

Agência Brasil

Sem dinheiro para investimentos e com dificuldades na seara política, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou: 'Perdi o ano'

O cenário pode começar a melhorar para Haddad a partir do dia 30 de março, quando entra em vigor o aumento de 50% do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI). O índice passará de 2% para 3% sobre o valor pago pelo imóvel, o que permitirá um acréscimo de R$ 580 milhões no orçamento deste ano. A alta visa a compensar a redução do reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Em dezembro, Haddad recuou e baixou o porcentual de aumento de 20% para 10% no caso de imóveis residenciais e de 35% para 15% no caso do comércio.

Queda de investimentos

O contingenciamento de 18,5% do Orçamento municipal, no início deste ano, levou o prefeito Fernando Haddad (PT) a reduzir os investimentos realizados até agora em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Finanças, a queda foi de 30% - enquanto em 2014 a Prefeitura empenhou R$ 1,3 bilhão nos primeiros dois meses e meio do ano, o valor atual é de R$ 992 milhões.

Escrito por:

Agência Estado