Publicado 26 de Março de 2015 - 21h08

Uma fumaça espessa e cinzenta cobriu as ruas e socorristas isolaram seis quarteirões da Second Avenue

AFP

Uma fumaça espessa e cinzenta cobriu as ruas e socorristas isolaram seis quarteirões da Second Avenue

Doze pessoas ficaram feridas - quatro delas em estado grave - nesta quinta-feira (26) quando dois prédios desabaram e um incêndio se espalhou por edifícios vizinhos, no que indícios preliminares sugerem ter ocorrido devido a uma explosão de gás.

Quatro pessoas ficaram em condição crítica depois que a explosão destruiu a fachada do prédio comercial e residencial do número 212 da Second Avenue, no bairro do East Village, informou um porta-voz dos bombeiros à AFP, provocando o desabamento de prédios vizinhos e um grande incêndio.

Segundo a fonte, o incêndio foi registrado por volta das 15H00 locais.

Uma fumaça espessa e cinzenta cobriu as ruas e socorristas isolaram seis quarteirões da Second Avenue, informou um repórter da AFP no local.

 

Um prédio situado no número 123 da Second Avenue desabou e chamas tiveram início no número 121, que também corria o risco de desabar, informou um porta-voz do corpo de bombeiros à AFP.

Os bombeiros descreveram os dois edifícios como um edifício misto, com estabelecimentos comerciais no primeiro andar e apartamentos residenciais nos andares superiores.

O porta-voz descreveu o desabamento como "completo".

"Fiquei muito assustada", disse um jovem de 19 anos que mora a algumas quadras e escutava música em casa quando sentiu uma explosão.

"Eu saí, as pessoas começaram a ilhar para a Second Avenue", relatou à AFP. "Eu vi as chamas e os bombeiros chegando. A resposta foi muito rápida".

 

Ainda não está claro quantas pessoas estariam dentro do prédio, nem quantas empresas ou apartamentos ele abrigava. O corpo de bombeiros descreveu o edifício afetado como um misto de prédio residencial e comercial.

O incidente ocorre apenas um ano depois de oito pessoas terem morrido, quando uma explosão de gás fez desabar dois prédios de apartamentos no Harlem, no norte de Manhattan, em 12 de março de 2014.

O East Village é uma das regiões mais populares de Nova York, atrai um grande número de estudantes e profissionais abastados, e é repleta de butiques, restaurantes, boates e cafés.

Era possível sentir o cheiro de queimado a 40 quadras do local.