Publicado 25 de Março de 2015 - 7h34

Por France Press

O governo francês não privilegia a hipótese terrorista no acidente de avião da companhia alemã Germanwings, que caiu na terça-feira (24) nos Alpes franceses e provocou a morte das 150 pessoas que estavam a bordo, afirmou o ministro do Interior.

"Todas as hipóteses devem ser consideradas até que a investigação apresente resultados", mas a hipótese terrorista não é privilegiada", disse Bernard Cazeneuve à rádio RTL.

"Há uma concentração de partes do avião em um espaço de um hectare e meio. É um espaço importante porque o impacto foi importante, mas isto mostra que o avião provavelmente não explodiu", completou o ministro.

Bernard Cazeneuve disse que nas próximas horas os especialistas devem começar a analisar os dados da caixa-preta encontrada na terça-feira, que corresponde à gravação das conversas e aos sons da cabine dos pilotos.

Dez médicos legistas serão enviados ao local para identificar os corpos.

Escrito por:

France Press