Publicado 26 de Março de 2015 - 18h21

Por Alenita Ramirez

Um menino de 10 anos disse que foi obrigado por um adolescente a ingerir LSD - droga que causa alucinações - dentro de uma escola municipal de Sumaré, na tarde de quarta-feira (25). O aluno passou mal e precisou ser internado. O caso foi registrado como ato infracional pela Polícia Civil na madrugada desta quinta (26) e será investigado pelo 3º Distrito Policial (DP) da cidade.

Segundo a polícia, o menino relatou que o adolescente não estuda na escola e que exigiu que ele ingerisse dois comprimidos da droga durante o intervalo, no período da tarde. Os pais não quiseram falar com a reportagem, mas um conhecido da família contou que quando a avó do garoto foi buscá-lo na escola, funcionários teriam dito apenas que o menino havia ingerido "uma balinha".

O garoto teve febre e alucinações por conta do uso da droga e precisou ser socorrido no Pronto Atendimento (PA) do Matão, onde foi medicado e ficou em observação. Ele já teve alta.

Os pais só souberam que o filho tinha ingerido a droga depois que ele passou mal e contou o que tinha ocorrido.

 

A Secretaria de Educação de Sumaré foi procurada para comentar o caso, mas até às 17h não deu retorno.

Escrito por:

Alenita Ramirez