Publicado 23 de Março de 2015 - 15h20

O comerciante Lucas Nascimento de Araújo, de 22 anos, morreu neste domingo (22) à noite, após ser atropelado

Reprodução

O comerciante Lucas Nascimento de Araújo, de 22 anos, morreu neste domingo (22) à noite, após ser atropelado

O comerciante Lucas Nascimento de Araújo, de 22 anos, morreu neste domingo (22) à noite, após ser atropelado por um veículo Monza dirigido pelo mecânico Christyan Caldeira Alves Neves, de 21 anos, no quilômetro 125+100 da Rodovia Luis de Queiroz, no sentido Santa Bárbara d'Oeste. O corpo de Lucas foi arrastado pelo Monza por cerca de 30 metros, segundo informações da família, que também afirmou que Christian só parou depois de 500 metros porque o eixo de um dos pneus do veículo quebrou.

 

Os dois jovens estavam em uma festa de competição de som em Americana e o atropelamento aconteceu quando eles voltavam pra casa.

 

Parte da capota do carro de Lucas estava aberta, e quando começou a chover, ele parou debaixo de um pontilhão para poder tampá-la. Neste momento ele foi atingido pelo veículo do Christyan.

 

Christyan alegou à polícia que foi fechado por outro veículo, não consegui frear a tempo e acabou atingindo o Lucas que estava ao lado da caminhonete dele. Os familiares afirmam que Lucas foi arrastado por cerca de 30 metros e o Christian só parou depois de 500 metros porque o eixo do pneu do veículo quebrou.

 

Christian afirmou que parou para poder prestar socorro mas a família de Lucas nega essa versão. Ele fez o teste de bafômetro deu 0,35 mg de álcool no sangue (segundo a Lei Seca, a configuração da infração de trânsito, prevista no Artigo 165 do CTB, no teste do bafômetro, se dá quando a medição realizada alcançar quantidade igual ou superior a 0,05 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões).

 

O motorista pagou fiança de R$ 788, 00 e vai responder, em liberdade, por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). 

 

O corpo de Lucas Lucas Nascimento de Araújo será enterrado às 17h, no cemitério Parque dos Lírios, em Santa Bárbara d'Oeste.

 

As informações são da repórter Alenita Ramirez/ ANN