Publicado 26 de Fevereiro de 2015 - 14h05

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Divulgação

Uma assistente administrativa de 23 anos e uma auxiliar de serviços gerais de 22 anos foram presas em flagrante na madrugada de ontem, em Campinas, com drogas, bombas e ate óculos de visão noturna. A dupla foi pega pela Polícia Militar (PM) durante patrulhamento de rotina pelo Jardim Monte Líbano. Elas estavam em um Fox prata com as luzes apagadas. A assistente administrativa alegou que o marido está preso na cidade de Riolândia, por crime de formação de quadrilha e roubo a caixas eletrônicos, e que guardava bombas em casa para o marido. A PM foi na casa dela e achou dentro de uma mala, sobre o guarda-roupa, até um manuscrito com instrução de como desmontar e levar celular para presídios. Na casa da auxiliar de serviços gerais a polícia achou 131 gramas de maconha a granel dentro de um freezer, além de um papel onde citava a venda de um ponto de venda de drogas. Ela disse que o material era dela. Foi necessário chamar o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) para detonar as duas bananas de dinamites.

Na casa da assistente administrativa, havia ainda uma luneta para mira de tiro, pavil e munições para pistola. O dinamite foi detonado em uma praça em frente da casa da suspeita. O caso será investigado pela Polícia Civil. As duas mulheres foram encaminhadas para a a cadeia feminina de Paulínia.

Escrito por:

Alenita de Jesus