Publicado 25 de Fevereiro de 2015 - 17h31

Por Bruno Bacchetti

Bruno Bacchetti

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Fotos: Giancarlo

O Teatro Dona Zenaide, de Jaguariúna, recebe até o dia 8 de março a Exposição Trotamundo, que reúne cerca de 36 fotografias de paisagens e cenas urbanas de diversas cidades brasileiras e estrangeiras. As obras são do fotógrafo Giancarlo Gianelli, que capturou as imagens durante suas viagens pelo redor do mundo a fim de instigar o observador aos fascínios das ruas, de suas personagens e edificações. A entrada é gratuita e o teatro está localizado na rua Alfredo Bueno, 1151, Centro de Jaguariúna.

"A exposição tem o tema Trotamundo, são 36 fotos de tamanhos variados. Basicvamente são paisagens e cenas urbanas da Itália, Nova Iorque e várias cidades brasileiras", afirmou o fotógrafo.

A exposição foi aberta na última terça-feira e a inauguração foi do senador italiano Fausto Guilherme Longo, 63 anos, brasileiro de cidadania italiana que divide sua residência entre Piracicaba e a Itália. Nascido em Amparo, o senador foi o primeiro latino-americano a aprovar uma lei no senado italiano. A lei trata justamente da extradição de brasileiros julgados e condenados no país europeu para cumprir pena no país de nascimento. É o caso do ex-diretor do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, condenado por envolvimento no Mensalão. Pizzolato tem dupla cidadania e fugiu do Brasil em setembro de 2013, vivendo clandestinamente na Europa usando documentos italianos emitidos em nome de um irmão morto em um acidente automobilístico em 1978.

"Meu irmão é professor de italiano e foi diretor cultural do Consulado Italiano. Ele recebeu o senador Fausto Longo, que veio visitar a região e descerrou a foto para inaugurar a exposição. É o primeiro não italiano de nascimento a emplacar uma lei", contou Gianelli.

Serviço

As fotografias da exposição Trotamundos, do fotógrafo Giancarlo Gianelli, ficarão expostas até o dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, no Teatro Dona Zenaide, localizado na rua Alfredo Bueno, 1151, Centro. A entrada é gratuita e o horário segue a programação do teatro.

Escrito por:

Bruno Bacchetti