Publicado 25 de Fevereiro de 2015 - 15h01

Por Vilma Gasques - Especial para Metrópole

Especial Saúde, Beleza e Bem-Estar

Istock

Especial Saúde, Beleza e Bem-Estar

Já virou lugar comum dizer que a prática regular de atividades físicas promove benefícios à saúde, funcionais e estéticos. Até porque pesquisas não param de pipocar mundo afora para anunciar que os exercícios auxiliam na prevenção e no tratamento de problemas como hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, doenças coronarianas, cerebrovasculares, metabólicas, respiratórias, neurológicas e dislipidemias. E não é só. Mexer o esqueleto adequadamente ajuda também no tratamento do diabetes e da obesidade e na prevenção de vários tipos de câncer, entre eles os de mama, intestino grosso, próstata e útero.

 

Foto: Istock

 

“O exercício físico orientado contribui de diversas formas para a melhora da saúde e da qualidade de vida”, reforça a proprietária da academia Tribos do Corpo, Helena Franco Parada. No entanto, para que a atividade se torne um hábito – e o praticante não fique arrumando desculpas para burlar o compromisso “só hoje, vai” –, é preciso considerar alguns fatores já na escolha da modalidade. E o primeiro é descobrir qual tipo de atividade proporciona mais prazer.

 

As aulas coletivas levam vantagem entre os que buscam um ambiente agradável, socializador e desafiador. Triboscross, spinning, lutas (muay thai e jiu-jitsu), zumba, tribos jump, tribos pump e corrida indoor estão entre as modalidades oferecidas pela Tribos do Corpo. “Atualmente, existe uma busca pela felicidade imediata. As pessoas querem trabalhar no que gostam e buscam uma atividade física que, além de gerar benefícios, seja prazerosa. Enfim, desejam ter satisfação durante todo o processo e não apenas no final”, comenta Helena.

 

Foto: Susana Castro/Divulgação

Preferências e necessidades individuais são levadas a um nível máximo na unidade da Cia. Athletica em Campinas, onde o diferencial é o chamado treinamento de resultado. Com foco em emagrecimento, definição muscular e hipertrofia, performance, condicionamento físico e saúde, equilíbrio postural ou prevenção, os programas são montados segundo os objetivos de cada aluno. “Antes de iniciar os treinos, a pessoa tem três agendamentos individualizados com os professores, para conhecer melhor seus objetivos e condições físicas e elaborar um plano personalizado”, explica o gerente técnico corporativo da academia, Cacá Ferreira.

 

Os alunos da Cia. Athletica também têm acesso ao aplicativo CiaOn, que os auxilia na obtenção de metas de forma organizada e motivadora – ele dá suporte à geração de treinos personalizados, em que são considerados preferências, histórico de saúde/lesões anteriores e objetivos. Por meio do app, o usuário tem acesso, de onde estiver, à programação de aulas, histórico e evolução e pode compartilhar os resultados nas redes sociais.

Funciona mesmo

Foto: Giancarlo Giannelli/Especial para AAN

Os queridinhos da vez entre o pessoal que frequenta academias são os exercícios funcionais, que desenvolvem os músculos de forma mais integrada. “Eles resgatam movimentos naturais do corpo humano, como agachar, deslocar, empurrar, puxar, saltar, girar e rolar, entre outros”, informa Cacá Ferreira, da Cia Athletica. Como resultados, há melhora da condição física, facilidade para executar tarefas do dia a dia, redução da massa gorda, aumento da condição física e diminuição/manutenção do peso. Para auxiliar na realização dessas atividades, a Cia. Athletica adquiriu o Synrgy 360, completo e moderno equipamento multifuncional.

“Quando a pessoa se exercita com os movimentos do próprio corpo, em situações do dia a dia ou num gesto esportivo, eles se tornam muito mais fáceis e eficientes, prevenindo lesões, melhorando a postura e elevando a qualidade de vida, com mais independência física aos senis e melhor performance entre os esportistas”, acrescenta Vanessa Von Zastrow Mantovani, proprietária do studio que leva seu nome. No local, a novidade é o DISQ, importado da Holanda.

O aparelho é baseado num dispositivo portátil que adiciona resistência aos movimentos, executados em qualquer plano ou direção. Com ele não é preciso interromper o treinamento para aumentar ou diminuir cargas, porque isso é feito apenas girando as roldanas do cinturão. “É um equipamento versátil e que permite movimentos ilimitados. É multiarticular e multidirecional. Todos esses aspectos vão ao encontro da proposta do treinamento funcional, que é se exercitar respeitando a forma como o corpo se movimenta”, explica Vanessa.

Com resistência ajustável, que se adapta a pessoas de idades variadas e diferentes níveis de condicionamento, o DISQ torna as rotinas de treinamento mais eficazes e possibilita maior queima de calorias. “Treinar apenas com o peso do próprio corpo pode ser limitante, porque ele é inalterável no momento do treino. Esse aparelho é a solução para elevar a condição física do praticante, sem necessidade de qualquer equipamento ou acessório extra”, comenta Vanessa, que recomenda: “O exercício em si já é uma poderosa arma para vivermos melhor, mas, quanto mais melhorarmos nossas habilidades e capacidades físicas, menor será o risco de doenças ou lesões, vivendo mais e melhor”.

Escrito por:

Vilma Gasques - Especial para Metrópole