Publicado 25 de Fevereiro de 2015 - 5h30

Os brasileiros nunca gastaram tanto com viagens ao exterior em um janeiro como neste ano. As despesas líquidas com turismo e negócios fora do País somaram US$ 1,7 bilhão, mesmo com o dólar batendo em R$ 3. Essa conta ajudou a elevar o déficit em transações correntes brasileiras à marca de US$ 10,7 bilhões no mês passado, uma soma elevada, mas considerada “normal” pelo Banco Central para o período. “A conta de viagens surpreendeu, com crescimento líquido de 12% em janeiro sobre o mesmo mês do ano passado”, disse o chefe do departamento econômico do BC, Tulio Maciel. Essa conta, disse, vinha mostrando “moderação” nos últimos meses e, apesar de ser o resultado do primeiro mês de 2015, não se pode dizer que é uma tendência. “Claro que, com a elevação do dólar no segundo semestre, nossa expectativa é que isso venha a arrefecer, mas não foi o que ocorreu em janeiro”. Mas os dados preliminares de fevereiro revelam que as andanças de brasileiros pelo mundo seguem fortes. As despesas no exterior nos primeiros 20 dias do mês já somam US$ 1,1 bilhão, enquanto os estrangeiros deixaram US$ 370 milhões por aqui no mesmo período. (Agência Estado)