Publicado 28 de Fevereiro de 2015 - 19h05

O título em português entrega a história de Entre o Amor e a Paixão (HBO Plus, 17h15, 14 anos), de Sarah Polley (2011). Ou como informa o slogan: “alguém chega e o coração se divide em dois”. O olhar feminino da diretora está claramente colocado na história. Margot (Michelle Williams) é casada com Lou (Seth Rogen) e gosta dele; eles têm um casamento, digamos, bacana. Mas um dia ela conhece um irresistível e atraente rapaz chamado Daniel (o belo canadense Luke Kirby). As diferenças começam aí, porque Seth Rogen perde feio para Luke Kirby no quesito beleza. As intenções da diretora, também autora do roteiro, são claras: o casamento pode até ser bom, mas se aparecer um galã, a fidelidade vai por água abaixo. Pior de tudo: Lou é compreensivo, fica em casa sofrendo enquanto Margot faz românticos programas com Daniel, ou seja, ele deixa toda a responsabilidade de decidir o futuro nas mãos dela. Bem, durante décadas, os homens escreveram histórias de amor para o cinema. Agora, as mulheres contam as próprias histórias e evidenciam os próprios desejos.