Publicado 26 de Fevereiro de 2015 - 5h30

O Projeto Orelhinha, que promove ações educacionais contra o bullying e viabiliza cirurgias de correção da orelha de abano a baixo custo, realiza amanhã o primeiro mutirão do ano em Campinas. A ONG atende pessoas de todas as classes sociais, a partir de 7 anos, que já saem do mutirão com a data da cirurgia marcada. A expectativa é atender 500 pessoas de Campinas e de cidades da RMC. Criado pelo cirurgião plástico Marcelo Assis há quatro anos em Campinas, o Projeto Orelhinha viabiliza a correção cirúrgica da orelha de abano em cidades de dez estados brasileiros. As cirurgias são realizadas a baixo custo por meio de cirurgiões voluntários da ONG, com parcerias solidárias entre profissionais de saúde em geral e estrutura hospitalar adequada. Um dos principais objetivos do projeto é combater o bullying. Para a técnica em segurança do trabalho, Margarete Cristiane Poker, a cirurgia significou a libertação da filha, a pequena Mariana, de 8 anos. “Não teria condições de fazer se não fosse pelo projeto”, disse. Os interessados em participar do mutirão podem procurar o site www.projetoorelhinha.com.br ou a central de atendimento pelo telefone 4062-0607. O mutirão será amanhã às 9h, 12h e 15h no auditório da Faculdade Anhanguera (FAC II - Rua Pedro Gianfrancisco, 301, Parque Via Norte). (AAN)