Publicado 28 de Fevereiro de 2015 - 5h30

Foram 27 dias desde o primeiro treino no Palmeiras e, finalmente, chegou o dia. Arouca é a maior novidade na noite de hoje contra o Capivariano, às 18h30, no Allianz Parque. Mais do que um reforço especial, o volante inicia sua trajetória no clube como forte candidato a ser o responsável por dar o equilíbrio que ainda falta para a equipe do técnico Oswaldo de Oliveira.

Ninguém parece tão animado com Arouca em campo como o treinador. Com o volante, Oswaldo espera fortalecer a marcação no meio de campo e propiciar uma variação de funções ao atleta.

Gabriel e o ex-santista vão revezar como primeiro e segundo volantes, com o objetivo de confundir a marcação. "Os dois têm condições técnicas de marcar e sair jogando e tem ainda o Robinho que pode ajudar nisso", explicou o treinador. O escolhido para sair do time foi Alan Patrick.

Enquanto Gabriel e Arouca trocam de funções entre os volantes, Allione, Robinho e Dudu devem dar mais velocidade ao time. Se as coisas não derem certo, Alan Patrick se tornou uma opção para entrar durante a partida, além de Rafael Marques, único reserva que entrou em todos os jogos do Paulista.

A previsão inicial era de que Arouca estreasse domingo passado, contra o Penapolense, mas Oswaldo adiou, por sentir que ele ainda não estava 100% fisicamente. Nesta semana, desde o início muito do trabalho foi feito em cima do jogador.

O treinador comandou três trabalhos táticos com o volante entre os titulares e a maioria das jogadas passava por seus pés. "O Arouca precisa jogar", explicou Oswaldo, que aposta na possibilidade de o jogador atuar os 90 minutos.

Zé Roberto

Outra novidade é o retorno de Zé Roberto, que não jogou domingo passado por causa de dores na coxa esquerda, mas já está recuperado. O restante do time é o mesmo que enfrentou o Penapolense. Antes da partida, o presidente Paulo Nobre vai entregar uma placa para o ex-atacante Evair, ídolo no clube, que completou 50 anos no último domingo.

No Capivariano, o técnico Ivan Baitello não pode contar com o atacante Vinicius, emprestado pelo Palmeiras, com o volante Amaral, de 42 anos, que sente dores musculares, e o zagueiro Fernando Lombardi.

"Nosso elenco é homogêneo e quem entrar pode dar conta do recado. A gente só perde um pouco no entrosamento", explica o técnico Ivan Baitello, admitindo que precisará ter cautela no início do jogo "para tentar alguma coisa no contra-ataque." (Da Agência Estado)

Time terá desfalques na Bahia

O técnico Oswaldo de Oliveira revelou ontem que o lateral-esquerdo Zé Roberto vai passar por uma cirurgia na boca na segunda-feira e, por isso, ele estará fora da estreia da equipe na Copa do Brasil, quarta, contra o Vitória da Conquista, na Bahia.

"Me parece que é um tipo de desgaste no dente que precisa ser corrigido para evitar problemas musculares. Marcamos para segunda-feira. Ele precisa fazer isso para ficar tranquilo", disse o treinador. Zé deve ficar fora dos treinos por, no máximo, três dias, e voltar ao time no sábado da próxima semana, contra o Bragantino.

Outro desfalque certo é o meia Cleiton Xavier. A documentação da Ucrânia ainda não chegou e o jogador segue sem ser inscrito no BID. (AE)

PALMEIRAS

Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Robinho e Allione; Dudu e Cristaldo. Técnico: Oswaldo de Oliveira.