Publicado 27 de Fevereiro de 2015 - 5h30

Problemas no sistema de compra de ingressos e o valor cobrado de R$ 120 pelos bilhetes avulsos esvaziaram o Morumbi na estreia do São Paulo no estádio na Copa Libertadores e deixaram o clube em alerta. A diretoria estabeleceu como prioridade consertar as falhas e promete que tudo estará normalizado até o próximo jogo do time em casa, contra o Corinthians, dia 8 de março, pelo Paulistão.

O jogo com o Danubio, na quarta-feira, teve o pior público da equipe como mandante na Libertadores desde 1992. Os 16.889 pagantes ficaram bem abaixo da expectativa, que era de superar 30 mil torcedores.

O time também sentiu as arquibancadas vazias. O técnico Muricy Ramalho criticou os preços elevados e lembrou que em 2013, quando o São Paulo lutava contra o rebaixamento no Brasileiro, a promoção com ingressos de até R$ 2, para os sócios-torcedores, alavancou a presença no estádio para ajudar a equipe a permanecer na Série A.

"Claro que no futebol tem a questão da arrecadação, mas temos que olhar com carinho para esses preços. O torcedor é sempre quem sofre", disse o treinador.

Ademilson

O atacante Ademilson está de saída do São Paulo rumo ao Yokohama Marinos, do Japão. O jogador de 21 anos, reserva no elenco, deve assinar contrato de empréstimo até o fim da temporada para defender o clube asiático e adquirir experiência.

O atleta veio das categorias de base e estreou entre os profissionais em 2012. Em 112 jogos, marcou 15 gols, mas perdeu espaço. (Da Agência Estado)