Publicado 01 de Março de 2015 - 5h28

A mobilização contra a dengue ocorrerá na próxima sexta-feira (6), visando a eliminação de criadouros do Aedes aegypti, a fiscalização e a conscientização da população. O prefeito Paulo Hadich (PSB) disse que o 'Dia D' funcionará como uma “grande ofensiva” e pretende mobilizar toda a cidade, com o apoio de igrejas, sindicatos, empresas, entre outros.

Para atingir o maior número de residências, o trabalho será coordenado por um Centro de Operações e contará com um efetivo de 1.200 pessoas, todas identificadas com crachá e adesivo. “A cidade inteira precisa entrar nessa luta contra a dengue”, afirmou.

No dia da campanha, as escolas municipais promoverão atividades educativas sobre a dengue, sendo que algumas unidades estão programando atividades de conscientização na vizinhança. Durante a próxima semana, todos os alunos receberão uma cartilha com orientações preventivas e também serão orientados a fazer um “checklist” em sua residência. 

A prefeitura também criou um Portal Contra a Dengue para reunir todas as informações sobre a doença, como sintomas, rede de atendimento e dados oficiais. No site, há um espaço dedicado à perguntas e respostas visando o esclarecimento da população e da imprensa.

Algumas medidas adotadas pela prefeitura para conter o avanço da doença também foram mencionadas pelo prefeito, como a contratação de mais 30 agentes controle de endemias; as ações de bloqueio num raio de sete a nove quadras da casa do paciente infectado; e o trabalho 'casa a casa' para eliminação de criadouros e outros.