Publicado 26 de Fevereiro de 2015 - 16h19

Fernandes: situação da dengue em Sorocaba caminha para se tornar uma epidemia

Divlgação

Fernandes: situação da dengue em Sorocaba caminha para se tornar uma epidemia

Boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, na noite desta quarta-feira (25), revela que o número de casos de dengue em Sorocaba (SP) atingiu 4.030 desde janeiro. O secretário Francisco Antônio Fernandes afirmou que 1.606 casos desse total foram registrados apenas na semana passada, o que mostra que a evolução da doença segue rapidamente para uma epidemia.

 

Até o momento, a situação é tratada como surto e já obrigou o prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) a decretar estado de emergência no final de janeiro, mas pode levar a outras medidas. A cidade registrou uma morte pela doença de uma mulher de 57 anos e tem outras quatro sob investigação (três tiveram sorologia positiva e dois sorologia negativa em exames locais).

 

Exame

 

Os casos foram enviados para análise também do laboratório Adolfo Lutz, na capital, que deverá dar a palavra final se essas outras quatro mortes decorrem da dengue ou de outra doença. Os bairros com situação mais crítica são: a Vila Nova Sorocaba, Nova Esperança, Barcelona, Lopes de Oliveira, e Vila Santana. A Divisão de Zoonoses, em parceria com a Sucen, faz nebulização nesse locais.

 

A orientação da Zoonoses para os moradores dos bairros que recebem a ação de nebulização é que as residências devem estar com as portas e janelas abertas para que o produto adentre às casas.