Publicado 25 de Fevereiro de 2015 - 7h00

Por Agência Anhanguera de Notícias

Holly Cravell: "Foi uma loucura. Não sentia as pernas. Quando chamaram meu nome, não tinha pernas para ir até o palco"

Divulgação

Holly Cravell: "Foi uma loucura. Não sentia as pernas. Quando chamaram meu nome, não tinha pernas para ir até o palco"

O Prêmio Governador do Estado Para Cultura 2014, que premia artistas e instituições culturais com R$ 580 mil por trabalhos de relevância realizados ao longo do último ano, concedidos pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, anunciou seus vencedores na segunda-feira à noite (23), numa cerimônia realizada no Theatro São Pedro. Entre eles está a coreógrafa norte-americana radicada em Campinas Holly Cavrell, premiada na categoria dança pelo júri popular com o espetáculo 'Suportar', da Cia. Domínio Público.

 

Cada instituição ou artista contemplado pelo prêmio do júri recebe R$ 60 mil, além de um troféu confeccionado pela arquiteta Ester Grinspum. Dividido em nove categorias — Artes Visuais, Arte para Crianças, Circo, Dança, Música, Cinema, Instituição Cultural, Territórios Culturais e Teatro — a edição de 2014 teve três premiados que venceram a votação popular e a do júri: German Lorca foi o ganhador na categoria de Artes Visuais, enquanto Amercy Marrocos e o Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona foram contemplados nas categorias de Circo e Teatro, respectivamente. A população pôde votar no site oficial do prêmio, de 19 de janeiro a 19 de fevereiro, em artistas e instituições concorrentes.

 

Destaque

 

Na cerimônia de premiação, com participação do governador Geraldo Alckmin, o escritor Paulo Bomfim foi homenageado como Destaque Cultural. Com 35 livros publicados desde 1947, Bomfim recebeu R$ 100 mil em reconhecimento a seu papel na cultura brasileira nas últimas décadas.

 

Além dele, o cineasta Alê Abreu teve seu filme O Menino e o Mundo premiado pelo júri, enquanto o voto popular viu em Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro, o destaque cinematográfico de 2014. 

 

Emoção

 

“Foi uma loucura. Não sentia as pernas. Quando chamaram meu nome, não tinha pernas para ir até o palco”, diz a coreógrafa e professora Holly Cavrell sobre vencer o Prêmio Governador do Estado pelo voto popular pelo espetáculo Suportar. “Foi muita emoção, inesperado, um momento lindo. Estava competindo com feras”, comenta. Holly diz que grande parte do fazer artístico é invisível.

 

“Na dança, passamos horas e horas na sala trabalhando o corpo. Receber esse prêmio é um reconhecimento, uma maneira de mostrar o resultado de todo esse trabalho.” Além da família, que dá apoio e compreensão, Holly faz questão de agradecer aos “excelentes artistas da Cia. Domínio Público” e às pessoas que votaram em seu projeto.

 

Carreira

 

Nascida em Nova York, a bailarina, coreógrafa e professora estudou em companhias como Martha Graham Dance Company e Pal Sanasardo Company, até se transferir para Campinas, como professora no curso de dança do Instituto de Artes da Unicamp. Em 1995, fundou a Cia. Domínio Público, composta por profissionais graduados e mestres em artes da cena pela Unicamp.

 

A Cia. já produziu 21 espetáculos, sendo que quatro continuam em repertório. Funciona como um grupo de pesquisa e criação em dança contemporânea, que busca desenvolver e aprofundar novas expressões de linguagem corporal, visando a criação, a produção e a circulação de espetáculos.

 

Com informações da Agência Estado

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias