Publicado 27 de Fevereiro de 2015 - 20h26

Por Renê Moreira

Um policial militar foi preso em Franca suspeito de integrar uma quadrilha de venda de anabolizantes nesta sexta-feira (27). Outras duas pessoas também foram presas, o dono de loja de suplementos alimentares e um funcionário do local.

Um homem de 29 anos, suspeito de chefiar o grupo, já havia sido preso duas semanas atrás com R$ 100 mil em produtos. Ele é dono de uma academia na zona Sul da cidade e tinha 940 comprimidos de estimulante sexual e 300 ampolas de anabolizantes.

Dos três presos agora, dois foram mandados para o CDP (Centro de Detenção Provisória), enquanto que o militar teve como destino o Presídio Romão Gomes, em São Paulo. Segundo as investigações, ele atuaria fornecendo informações privilegiadas aos demais.

Os anabolizantes eram trazidos do México e Paraguai, sendo distribuídos também para outras cidades. De acordo com a Polícia Civil, além de vender, os envolvidos chegavam a aplicar os medicamentos e, entre outros, responderão por crime contra a saúde pública.

Escrito por:

Renê Moreira