Publicado 27 de Fevereiro de 2015 - 8h35

Um blogueiro americano de origem bengalesa foi assassinado na quinta-feira com golpes de machado em Dacca, depois de receber, segundo a família, várias ameaças de islamitas.

Avijit Roy, de nacionalidade americana, era ateu e fundador do blog Mukto-Mona (livre pensamento) e um fervoroso promotor do laicismo no país, onde 90% dos 160 milhões de habitantes são muçulmanos.

Sua esposa ficou ferida no ataque cometido em plena rua por dois agressores não identificados.

"Ele faleceu quando era levado para o hospital. Sua esposa ficou gravemente ferida e perdeu um dedo", afirmou Sirajul Islam, chefe da polícia local.

O casal retornava em um riquixá de uma feira do livro quando os dois homens atacaram e arrastaram as vítimas para as calçadas, antes dos golpes de machado.

Roy é o segundo blogueiro de Bangladesh morto em dois anos e este foi o quarto ataque contra um escritor desde 2004.

Organizações islamitas extremistas exigem a execução pública de blogueiros ateus e a aprovação de leis que proíbam qualquer crítica ao islã.

O pai do blogueiro afirmou que ele havia recebido muitas ameaças por e-mail e nas redes sociais por seus textos.

"Era um humanista laico que escreveu uma dezena de livros", afirmou Ajoy Roy à AFP.

Entre os livros escritos por Avijit Roy estava "Biswasher Virus" (O Vírus da Fé).

Em 2013, o blogueiro ateu Ahmed Rajib Haider também foi assassinado em circunstâncias similares.

Desde então, grupos islamitas acusaram outros blogueiros militantes de blasfêmia.

Como reação, o governo laico da primeira-ministra Sheikh Hasina prendeu alguns blogueiros e bloqueou suas páginas, ao mesmo tempo que anunciou medidas para aumentar sua proteção.