Publicado 26 de Fevereiro de 2015 - 10h35

Por France Press

O presidente François Hollande condenou a viagem à Síria de quatro deputados franceses, denunciando seu encontro com "um ditador", em referência ao presidente Bashar Al Assad. 

"Condeno esta iniciativa. Condeno porque se trata de um encontro de parlamentares franceses, que foram por conta própria, com um ditador responsável por uma das guerras civis mais graves dos últimos anos e que deixou 200 mil mortos. 200 mil!", criticou o chefe de Estado francês.

A visita, ocorrida na quarta-feira, também foi criticada pelo primeiro-ministro Manuel Valls, e é a primeira deste tipo desde que França, Reino Unido, Alemanha e Espanha romperam relações diplomáticas com a Síria.

Escrito por:

France Press