Publicado 27 de Fevereiro de 2015 - 21h01

Por Inaê Miranda

Evento é aberto ao público e vai até domingo no JK Iguatemi, em São Paulo

Inaê Miranda/AAN

Evento é aberto ao público e vai até domingo no JK Iguatemi, em São Paulo

Vivenciar novas experiências, mergulhar na cultura local de um País ou se especializar em uma determinada área do conhecimento nas mais renomadas instituições de ensino do mundo são alguns dos motivos que têm levado os brasileiros a buscar cada vez mais as viagens de intercâmbio. Há programas específicos para todos os perfis, idades e necessidades. E as peculiaridades de cada um deles podem ser conferidas na segunda edição do Global Access Through Education (GATE), promovido pela Student Travel Bureau (STB), no JK Iguatemi, em São Paulo. O evento aberto ao público é voltado para quem deseja estudar fora do Brasil e segue até domingo (1º).

"Hoje os brasileiros estão procurando muito fazer graduação fora do Brasil", diz  José Carlos Hauer Santos Júnior, presidente da STB.   Além de palestras com especialistas em educação de diversos países, o evento reúne 92 escolas, faculdades, universidades da Inglaterra, Estados Unidos, Austrália, França e Canadá, além de outros países. "Com a evolução do mercado brasileiro, a facilidade de informação e de viajar para fora do País, nasceu a necessidade da gente ter um evento com programas um pouco mais sofisticados e aos quais os brasileiros não estão acostumados porque não conhecem. E a ideia era trazer programas inovadores e universidades porque hoje os brasileiros estão procurando muito fazer graduação fora do Brasil" , explica José Carlos Hauer Santos Júnior, presidente da STB.

 

Imersão

 

Chris Yager, um dos convidados do evento e fundador do programa Where there be dragons, que leva educadores de Princeton University e estudantes de diversos países para explorar culturas de diferentes continentes, apresentou o verdadeiro sentido da viagem de imersão, na palestra Formando Cidadãos e Líderes Globais Tendo o Mundo como Sala de Aula. Yager falou da sua primeira experiência de sair do casulo para visitar lugares pouco acessíveis há mais 30 anos, como China, Índia, Vietnã. Ele decidiu proporcionar experiências semelhantes em programas de viagens para jovens com idades entre 15 e 22 anos.

A ideia é desenvolver os jovens como humanos plenos, capazes de trabalhar com a mão e com o coração. "Que possam alargar suas fronteiras culturais e que se tornem cidadãos dos mundo" . Em muitos casos, a experiência inclui viagens a lugares de extremo desconforto, participação ativa e envolvimento com as comunidades locais. "Levamos os alunos onde eles não se reconhecem em seu antigo eu, onde começam a pensar no que são e o que buscam, onde possam se desenvolver e abraçar valores de cidadania global" , afirmou.

 

Interesse

Os amigos Antônio Tallys e Victor Rodrigues, de 17 anos, acabaram de concluir o Ensino Médio e foram ao evento com o objetivo de se inteirar sobre as melhores oportunidades e tendências. "Queremos fazer intercâmbio com o objetivo de aperfeiçoar o inglês e ter novas vivências e agora que acabamos de sair do Ensino Médio é talvez o momento ideal" , afirmou Tallys.

 

"É uma experiência que podemos usar para a vida pessoal e profissional" , completou Rodrigues. As amigas Luiza Araújo, de 39 anos, e Laura Campos, de 31, buscavam experiência que pudessem enriquecer o currículo. "A gente busca uma experiência que vai além de uma viagem de férias" .

 

Os amigos Antônio Tallys e Victor Rodrigues, de 17  foram ao evento com o objetivo de se inteirar sobre as melhores oportunidades e tendências.

 

 

 

Programação

A programação de sábado e domingo conta com oito palestras sobre os mais variados temas e oito workshops com dicas de como se preparar para os exames, sobre o trabalho voluntário ao redor do mundo, tendências. Entre as instituições participantes do evento estão a Columbia University, as Universidades da Califórnia e o Dartmouth College.

 

" Existem programas para todas as faixas etárias. É bem completo. Recebemos pessoas de 11 a 60 anos. E as escolas são sofisticadas e voltadas para quem quer aprender e trazer na bagagem aquilo que foi buscar" , completa Hauer. (A repórter foi ao evento a convite do Iguatemi Campinas).

 

AGENDE-SE

O quê: Global Access Through Education

 

Quando: Até domingo (1º)

Onde: JK Iguatemi

 

Endereço: Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2.041, Itaim Bibi, São Paulo

 

Horário: Começa às 13h e vai até 20h 

 

Informações: A programação completa pode ser acessada no site http://www.gatebr.com/pt/

Escrito por:

Inaê Miranda