Publicado 25 de Fevereiro de 2015 - 14h06

CRIME

Divulgação

CRIME

Um assalto a uma loja da rede Magazine Luiza, na região Central de Jaguariúna, levou pânico a trabalhadores do comércio local, na manhã desta quarta-feira (25). Na ação houve reféns, trocas de tiros e um quarteirão foi fechado durante a abordagem da Guarda Municipal (GM) aos criminosos.

 

Sete bandidos foram presos em flagrante, sendo que um foi baleado de raspão no ombro.

 

Apesar de os funcionários terem sido feitos reféns, nenhum ficou ferido.

 

Segundo o comandante da GM, Fábio Henrique da Fonseca, o assalto começou por volta das 8h10, 50 minutos antes da abertura da loja, localizada na Rua Alfredo Engler. Ao menos 10 bandidos participaram da ação.

 

Os criminosos usavam camisetas com emblema da rede e renderam os trabalhadores que chegavam. No interior da loja, as vítimas, cujo número não foi informado, foram obrigadas a carregar as mercadorias escolhidas pelos bandidos até a porta. Os objetos seriam transferidos depois por eles para um caminhão que estava estacionado na frente da unidade.

 

Uma testemunha conseguiu avisar a GM, que chegou rapidamente e fechou o quarteirão. Cinco dos bandidos estavam com as vítimas, enquanto dois davam cobertura em um carro. Um segundo veículo também dava cobertura na ação, mas os ocupantes fugiram. "Quando chegamos vimos que as lojas vizinhas estavam abertas e o Magazine Luiza estava fechado. Batemos na porta e vimos um criminoso nos fundos. Para segurança do pessoal do comércio nas proximidades, pedimos para ninguém sair a rua", contou Fonseca.

 

Todo o quarteirão da via foi fechado para a operação da GM. Os trabalhadores dos comércios vizinhos foram alertados a fecharem as portas e a ficar quietos dentro dos estabelecimentos. "É a primeira vez que ocorre um assalto assim em Jaguariúna. Ficamos com muito medo", contou uma vendedora.

 

Os lojistas do quarteirão vizinho só perceberam a ação quando viram que caminhões davam ré na rua e também houve o corre-corre de algumas pessoas. "Foi assustador, ainda mais porque não sabíamos o que ocorria", disse uma balconista de uma farmácia.

Cinco dos bandidos foram detidos no interior da loja. Um deles tentou fugir pelo muro, mas se feriu ao tentar pular uma grade com lança. Outros dois foram pegos em um carro Polo.

 

Segundo o comandante da GM, os suspeitos são de São Paulo e todos têm passagem criminal. A polícia vai investigar agora se os suspeitos também participaram de outros assaltos a outras lojas da rede na região.

 

Entre dezembro de 2014 e janeiro deste ano foram quatro ataques semelhantes, sendo três em Campinas e um em Sumaré. Em todos os casos, os criminosos usavam caminhão e uniformes da loja.

 

No caso de Jaguariúna, as mercadorias já estavam separadas perto da porta e foram abandonadas no local. A rua ficou fechada por cerca de quatro horas.

 

As lojas vizinhas abriram cerca de uma hora depois de serem fechadas.

 

O bandido baleado foi encaminhado para o Hospital Municipal Walter Ferrari, medicado e levado para a delegacia. Os guardas apreenderam dois revólveres calibre 38 e uma pistola ponto 40 de uso restrito da polícia.

 

A assessoria de imprensa da rede Magazine Luiza informou que colabora com as autoridades e que lamenta o ocorrido.

Com informações de Alenita Ramirez/AAN