Publicado 14 de Outubro de 2014 - 17h15

Por Agência Estado

Breno está preso em regime semi-aberto e será libertado no dia 18 de dezembro

Cedoc/RAC

Breno está preso em regime semi-aberto e será libertado no dia 18 de dezembro

O zagueiro Breno está prestes a conquistar a tão sonhada liberdade. Condenado a três anos e nove meses de prisão após incendiar sua casa em 2011, o jogador revelado pelo São Paulo será solto pela justiça da Alemanha no dia 18 de dezembro, após cumprir dois terços da pena e poderá enfim voltar ao Brasil.

Com isso, além de passar as festas de fim de ano no País, ele poderá finalmente voltar a exercer sua profissão e inclusive terá a possibilidade de ser integrado ao elenco do São Paulo no início da próxima temporada. O clube tricolor assinou um vínculo com o zagueiro como forma de ajudá-lo enquanto esteve na prisão.

Revelado pelo São Paulo em 2007, Breno foi vendido para o Bayern de Munique por US$ 19 milhões, mas uma série de lesões no joelho o impediu de ter uma boa sequência de jogos. Em 2011, acabou preso após atear fogo na própria casa e foi autorizado a cumprir a pena no regime semi-aberto no fim do ano passado por bom comportamento. Atualmente ele trabalha na área administrativa no Bayern.

O São Paulo acredita que conseguirá recuperá-lo para o futebol, mas tem tomado muito cuidado com a empolgação. Apesar de Breno ter apenas 25 anos, as lesões e o trauma da prisão fazem com que a diretoria veja o retorno com muita cautela; a aposta é que ele precisará de pelo menos seis meses para voltar a jogar em um nível aceitável.

A zaga tem sido um problema para o São Paulo nesta temporada pelo excesso de lesões e pela instabilidade das opções. Atualmente, Rafael Toloi e Edson Silva formam o setor.

Escrito por:

Agência Estado