Publicado 14 de Outubro de 2014 - 12h30

Por Agência Anhanguera

Para Fernando Bob, a liderança da Macaca exige uma dose a mais de cautela do grupo

Cedoc/RAC

Para Fernando Bob, a liderança da Macaca exige uma dose a mais de cautela do grupo

Os três meses de afastamento dos gramados por causa de uma fratura no tornozelo ficaram no passado. Fernando Bob, 26 anos, reconhece que atravessa a melhor fase da carreira, que também coincide com a sequência positiva da Ponte Preta na Série B do Brasileiro. Após seu retorno à equipe, na 16ª rodada, o volante tem colecionado atuações destacadas.

 

“Desde que voltei da lesão me esforço mais, até para agradecer a Ponte por tudo o que fizeram por mim enquanto estive afastado, todo o carinho que me deixou muito feliz. O objetivo é voltar com a Ponte para a primeira divisão, que é onde ela merece estar.”

Titular do meio de campo alvinegro, Fernando Bob destaca a importância de continuar a somar pontos no Majestoso e buscar surpreender fora de casa. “Precisamos sempre buscar a vitória, seja dentro ou fora de casa. Temos que somar o máximo de pontos para conquistarmos o acesso e o título de campeão. Estamos em uma sequência boa de vitórias e empates, que também são importantes.”

O volante não acredita que a equipe terá vida fácil na partida desta sexta-feira, no Canindé, contra a Portuguesa. “Esperamos um jogo muito difícil porque a Portuguesa está querendo sair lá de baixo. Eles vão dar o máximo deles e nós também. Esperamos um bom jogo e conseguir sair com a vitória.”

A liderança da Ponte Preta, lembra Fernando Bob, também exige uma dose a mais de cautela do grupo. Para o volante, é preciso entrar mais ligado do que nunca em campo, uma vez que a Ponte é o time a ser batido na competição nacional. “Estamos em primeiro e agora nosso time é bem mais visado do que antes, todos querem vir e tirar um ponto da Ponte, sempre jogando bem fechados. Temos que entrar mais focados e buscar um pouco mais o jogo. Daqui para frente todos os times estão brigando por algo, seja o acesso ou para não cair, e precisamos estar atentos.”

Escrito por:

Agência Anhanguera