Publicado 13 de Outubro de 2014 - 11h06

Por Carlos Rodrigues

Partida entre Ponte Preta e Portuguesa no primeiro turno, que terminou empatada

Cedoc/RAC

Partida entre Ponte Preta e Portuguesa no primeiro turno, que terminou empatada

Um dos motivos que credenciam a Ponte Preta a ser a líder da Série B do Campeonato Brasileiro é o fato de perder poucos pontos para equipes que estão brigando na parte inferior da tabela. E é em busca de manter este desempenho que a Macaca conta com um resultado positivo diante da Portuguesa, nesta sexta-feira, no Canindé, para assegurar a primeira posição. Até o momento, a Macaca não perdeu nenhuma vez para os times que ocupam a zona de rebaixamento.

Já foram seis confrontos contra os times que atualmente ocupam o Z4. São 14 pontos conquistados em 18 disputados, o que garante um aproveitamento de 77,7%. Diante do América-RN, 17º colocado, a alvinegra teve uma vitória segura por 2 a 0, em Natal. Contra o Icasa, que ocupa a 18ª posição, a Ponte já fez os dois confrontos. Na estreia do torneio, em casa, ficou no empate em 1 a 1. Em Juazeiro do Norte, no entanto, recuperou os pontos desperdiçados e levou a melhor pelo placar mínimo.

A Macaca também não deu brechas para o penúltimo colocado Vila Nova. No Majestoso, pelo primeiro turno, venceu por 1 a 0 e, em Goiânia, goleou o adversário por 3 a 0. A Portuguesa é, dentre os que estão na degola, o único time que não perdeu para a Ponte. No duelo pela 11ª rodada, empate sem gols no Moisés Lucarelli.

Para a Ponte, o confronto vale mais do que apenas manter esse bom rendimento. Depois de empatar em casa diante do Santa Cruz, a Macaca precisa do resultado positivo para evitar ainda mais a aproximação dos adversários pelo acesso. Além disso, depois da Portuguesa, a alvinegra terá dois confrontos diretos, diante de Avaí e Vasco.

O bom momento fora de casa – são cinco vitórias seguidas como visitante, todas elas sem sofrer gols – anima os pontepretanos, que esperam a manutenção dessa sequência. “Fora de casa nós temos espaço para jogar e finalizar a gol. A torcida foi maravilhosa no sábado e esperamos que eles possam invadir o Canindé e jogar junto com a gente na próxima sexta”, pede o volante Juninho, confiante na presença do torcedor no jogo na Capital.

Escrito por:

Carlos Rodrigues