Publicado 15 de Outubro de 2014 - 15h14

Por Marita de Siqueira

Marita Siqueira

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Feiras de rua e feiras de alta gastronômica têm perfis bem distantes, informais e sofisticado, e aliar esses dois universos num só evento é o desafio proposto pelo Le Chef a Pé – 1° Feira Gastronômica de Jundiaí, que ocorre de hoje a domingo, das 10h às 23h, em um terreno localizado na Avenida 9 de Julho, cartão-postal da cidade. O evento reúne cerca de 30 espaços gastronômicos nos mais variados formatos, incluindo os foodtrucks, containers, tendas, carrinhos e barracas de paletas, nos quais serão comercializadas pratos a preços mais populares (R$ 2,00 a R$ 20,00). E, ao mesmo tempo, haverá cursos gratuitos ministrados por “chefs star”, aqueles renomados.

Caso de Carlos Bertolazzi, sócio do restaurante paulistano Zena Caffè e apresentador dos programas Cozinha Sob Pressão, do SBT, e Homens Gourmet, da Fox, e Paula Labaki, chef do balado restaurante paulistano Lena Labaki Catering. Ambos darão as aulas-shows e terão estandes durante o evento, porém não é o mesmo esquema para todos os “chefs stars”. Bertolazzi, por exemplo, vai oferecer a famosa coxinha de pato, enquanto Paula mostra seu brigadeiro de whisky. Outro nome de destaque é Wagner Resende, que novamente concorre ao título de Chef do Ano, e dará um whorkshop sobre culinária contemporânea.

No mesmo espaço e ao mesmo tempo, estará funcionando a comercialização de culinária “de rua” nas barracas e os carrinhos, que são destinados aos cozinheiros não famosos, estes podem ser de donos de restaurante a quituteiras. A idealizadora do projeto, Natália de Marco Hrdlicka, publicitária e diretora do Grupo Vanilla, explica que a ideia justamente mesclar esses dois estilos de expositores. “Minha mãe era cozinheira de mão cheia e frequentávamos sempre para as feiras de rua São Paulo (Natália é Jundiaí). Mais para frente, comecei, profissionalmente, a ir em feiras mais corporativas. E tive a vontade de juntar em um espaço só a comidinha de rua com a gastronomia sofisticada e, além disso, oferecer aulas gratuitas de grandes chefs”, diz.

O projeto demandou dois anos de pesquisa e muito benchmark, com base no que a capital e outros países do mundo - referência em feiras gourmets. A feira tem o apoio da Abrasel SP, ICIF do Brasil e APC do Brasil. Nesta primeira edição, a organização do evento fica a cargo da jundiaiense Communiquer, que espera por 10 mil pessoas. Além gastronomia, haverá música com Maresias, hoje, às 19h, e Big Chico que fará diversas apresentações, nos intervalos das aulas dos chefs, a partir das 16h30. Ele leva para a Le Chef a Pé seu projeto solo, chamado Big Chico Busker Show.

será 100% coberta, algo que não é usual neste formato, para garantirmos t

Cursos

As aulas-shows serão feitas na Arena Gastronômica, um espaço aberto dentro da feira gastronômica. Será em um palco, possibilitando que todos que estejam no espaço no momento consigam ter acesso à aula e um grupo de 10 pessoas será escolhido aleatoriamente para degustar. Dezenove chefs star estão confirmados convidados e cada um dará seu curso em uma hora. São eles: Alexandre Leggieri, Cherry Douces, Paola Tedeschi, Checho Gonzales, Wagner Resende, Bolo da Madre, Roberta Spínola, Caio Ottoboni, Jaderson Coimbra, Angela Rappa, Carlos Bertolazzi, Alex Caputo, Bottega Nuova, Bear Market, Larissa Zozella, André Bocatto, Benedita Ricardo, Paula Labaki e Henrique Benedetti.

Em alta na gastronomia nacional, a produção artesanal de embutidos será o tema da cozinha show ministrada pela chef Paula Labaki, dona do bufê paulistano Lena Labaki Catering, no domingo, às 17h30. A aula é gratuita e direcionada ao público em geral, pois a especialista demonstrará técnicas e procedimento simples que podem ser executados por todos no prato de salmão curado com beterraba e defumado. “Tanto em cozinha industrial como a caseira”, explica ela, teve como “mestre de defumação” o dinamarquês Simon Lau, uma das referencias mundiais sobre o assunto.

Paula conta que a defumação é um método bastante primitivo, usado pelos primórdios como forma de conservação, assim como a salga. “Foi se difundindo e hoje temos diversos tipos de madeira que oferecem sabores diferentes. Muito desenvolvido nos países nórdicos por causa do frio, mas no Brasil também era muito usado, principalmente nas regiões norte e nordeste, e pelos índios”, diz.

Segundo a chef, os embutidos, em especial, são tidos como algo muito difícil de se produzir, o que não é verdade. “A técnica, quando bem explicada, pode ser colocada em prática tranquilamente por uma pessoa sem tanta intimidade com a cozinha. E é isso o que vou mostrar durante a Le Chef a Pé”, conta. “Um prato tem três momentos importantes: o visual, o olfativo e o degustativo - os três têm que estar harmônicos para contar o que está escrito na receita. Esse é o segredo”, finaliza.

Caio Ottoboni, chef-proprietário do Bistrô Oui, de São Paulo, também dará um curso, no caso, amanhã, às 18h. O chef vai ensinar a receita de Vieiras, escarola e molho champagne. “Pensei numa receita especialmente para a aula. É simples, embora tenha uma bela apresentação, para que as pessoas possam fazer em casa, receber amigos e surpreendê-los”, diz Ottoboni, frisando que procurou trabalhar com ingredientes de fácil acesso. Essa será a primeira vez que ele participa de uma feira gastronômica neste estilo. “Estou bem animado, acho que vai ser muito legal.”

Já Roberta Spínola tem 20 anos de experiência em gastronomia e participou de diversas feiras. “O mais importante é a desmistificação da comida, como ocorreu há alguns anos com os drink”, afirma. Na aula para o Le Chef a Pé, amanhã, às 14h30, promete desvenda os segredos de uma bela polenta com ragu de joelho de porco. “Procurei trabalhar com o universo da região, por isso escolhi a carne de porco. Faz parte da inclusão”, conta ela, que atualmente é consultora e ministras cursos para domésticas.

Saiba Mais

A entrada no Le Chefs a Pé é gratuita, mas quem contribuir com 1 quilo de alimento não perecível concorrerá a brindes que serão sorteados aos londo do evento. O alimento arrecadado irá compor cestas básicas que serão distribuído no final do ano para comunidades carentes de Jundiaí.

Agende-se

Le Chef a Pé – 1° Feira Gastronômica de Jundiaí

Quando: Hoje a domingo, das 10h às 23h

Onde: Avenida Nove de Julho, s/nº, Jundiaí/SP (terreno ao lado do Posto Bate Bola)

Quanto: Entrada franca

Mais informações: www.feiralechefape.com.br

Programação Arena Gastronômica

Hoje

11h30 – Alexandre Leggieri (Pappa al Pomodoro)

13h00 – Cherry Douces (Pana Cotta)

14h30 – Paola Tedeschi (aula de azeites)

17h30 – Checho Gonzales (Cebiche de Tilápia)

Amanhã

11h30 – Wagner Resende (Haricots Verts Au Pernod et Saint Jacques)

13h – Bolo da Madre (bolo simples)

14h30 – Roberta Spínola (Ragu de Joelho de Porco com Polenta Mole)

16h – Caio Ottoboni (Vieiras, escarola e molho champagne)

17h30 – Jaderson Coimbra

19h – Angela Rappa

20h30 – Carlos Bertolazzi (coxinha de pato)

22h – Alex Caputo (Melanzane al Mare)

Domingo

11h30 – Bottega Nuova (molho pesto)

12h15 – Bear Market (harmonização cervejas)

13h – Larissa Zozella (Paella Marinera)

14h30 – André Bocatto

16h – Benedita Ricardo (Arroz da Serra)

17h30 – Paula Labaki (Embutidos artesanais)

19h – Henrique Benedetti (Tostada de Milho com Guacamole, Frijoles Refrijos e Mole Almendrado com Creme Azedo)

Escrito por:

Marita de Siqueira