Publicado 14 de Outubro de 2014 - 12h44

Por Delminda Aparecida Medeiros

Olhares sobre a cultura Inca

Delma Medeiros

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Depois de ter passado por países como França, China, Estados Unidos e África do Sul e diversas cidades brasileiras, chega a Campinas a exposição fotográfica Qhapaq Ñan – Grande Caminho Inca, sobre a cultura e civilização peruana que deixou um legado artístico, arquitetônico e paisagístico para as futuras gerações. “Esta mostra itinerante já passou por vários países e cidades. Quando soube que havia uma brecha na agenda, entrei em contato com o Consulado Geral do Peru para trazê-la a Campinas e eles cederam de pronto”, conta João Gonçalo Eugênio, gerente da regional Campinas do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP), que sedia a mostra em parceria com o Sindicato dos Arquitetos de São Paulo (Sasp).

“Além da beleza, essa mostra extrapola os aspectos da arquitetura. São imagens muito bonitos no ponto de vista geográfico, histórico e cultural”, comenta Gonçalo. Segundo o arquiteto, as imagens expostas mostram a forma diferente do povo Inca de pensar as cidades, executando, sem uso de cimento, apenas com o encaixe perfeito das pedras, construções que resistem há séculos.

“Acredito que essa cultura tem muito a nos ensinar. Sem apoio de tecnologia, esse povo imaginou soluções incríveis para construir suas cidades na montanha, pensar questões de ventilação e formas construtivas diferenciadas”, avalia Gonçalo.

As fotos trazem paisagens, festas populares, construções, animais típicos, entre outras belas imagens. Algumas peças deixam claro as diferenças das quatro estações, com o inverno todo branco e períodos de muito verde.

Organizada pelo Consulado Geral do Peru, a exposição traz 80 quadros de fotografias (de diversos autores) que revelam a realidade geográfica, arqueológica, humana, cultural e estética de Machu Pichu, declarado Patrimônio Mundial da Humanidade em junho de 2014, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A exposição traz ainda textos escritos por especialistas, que ajudam os visitantes a compreender melhor a complexidade do império Inca. Depois de Campinas, a exposição segue para a Universidade São Paulo (USP), na capital. De acordo com o Consulado Geral do Peru, cerca de 145 mil brasileiros visitaram o país vizinho, em 2013, 12% a mais, se comparado ao ano anterior.

Agende-se

O quê: Exposição fotográfica Qhapaq Ñan – Grande Caminho Inca

Quando: Até 24/10, de segunda a sexta-feira, ds 9h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30

Onde: Sede do CAU-SP (Rua Bernardo José Sampaio, 260, Guanabara, fone: 0800-8830113)

Quanto: Entrada franca

Escrito por:

Delminda Aparecida Medeiros