Publicado 13 de Outubro de 2014 - 15h29

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

Foto:Gazeta Piracicaba/Arquivo (I-Telefoto)

Um pedreiro de 35 anos matou o cunhado, também pedreiro de 33 anos, durante uma festa familiar do Dia das Crianças, anteontem à noite, no bairro Água Branca, em Piracicaba. Os dois estavam embriagados quando começaram a discutir por bobagens, segundo parentes. No calor da discussão, Reinaldo Manoel dos Santos se armou de uma barra de ferro e deu um golpe na cabeça de Cícero Manoel Rodrigues, que pegou uma faca e revidou a agressão. O golpe acertou em cheio o abdômen de Santos, que chegou a ser socorrido ao Pronto-Socorro Piracicamirim, mas ele não resistiu ao ferimento e morreu antes de ser transferido para a Santa Casa, onde passaria por cirurgia.

Rodrigues foi preso pela Guarda Municipal (GM) quando buscou socorro no mesmo PS. Segundo boletim de ocorrência, ele confirmou que havia esfaqueado o cunhado, mas afirmou que agiu em legítima defesa, já que, segundo seu relato à polícia, o cunhado dizia que iria matá-lo. O motivo da briga não foi revelado. Na casa onde rolou o crime foram apreendidas a faca e a barra de ferro.

Santos era irmão da mulher de Rodrigues. No momento em que o suspeito foi buscar socorro no PS, ela estava acompanhado do marido e confirmou a briga e a suposta defesa.

Escrito por:

Alenita de Jesus