Publicado 12 de Outubro de 2014 - 14h38

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Baep enviou através do grupo – Thais tem acesso.

Dois bandidos foram presos após um sequestro relâmpago de um comerciante de 46 anos na manhã de ontem, em Campinas. A abordagem aconteceu enquanto a vítima abria seu restaurante no Jardim do Trevo. O homem foi rendido, colocado em seu carro – um Astra - e levado para um cativeiro em uma favela entre os bairros Vila Palácio e Jardim Yeda. “Eles me ameaçavam de morte e diziam que sabiam que eu tinha muito dinheiro”, contou a vítima.

A abordagem foi por volta das 7h. Enquanto um bandido ficou com a vítima, no carro dela, no cativeiro, o auxiliar de produção Bruno Silva de Souza, 25 anos, e o pintor Jonathan Maycon da Silva Galvão, 24 anos, pegaram cartões e senhas e seguiram até um posto de combustível com caixa eletrônico, na Vila Palácio, onde sacaram R$ 1,5 mil. No momento em que a dupla estava pelo local, uma viatura do Batalhão Especial da Polícia Militar (Baep) passou e suspeitou da atitude dos criminosos que estavam em um Sandero cinza. Houve abordagem e com Galvão foram achados um revólver calibre 38 e os cartões da vítima. Ao questioná-los sobre o cartão da vítima, eles disseram que tinham pegado de um amigo para comprar presentes para crianças. Mas a desculpa não colou e revelou o sequestro-relâmpago. Eles levaram a polícia até o cativeiro. O bandido que fazia a vigilância fugiu, deixando o comerciante trancado dentro do carro, que estava estacionado em uma viela. “Eles tinham informações privilegiadas. Sabiam que eu estaria ali naquele horário”, disse. O dinheiro e os cartões foram recuperados. A vítima ficou cerca de 40 minutos com os criminosos.

Escrito por:

Alenita de Jesus