Publicado 13 de Outubro de 2014 - 5h30

Depois de demorar uma semana para manifestar seu apoio, a ex-senadora Marina Silva (PSB) declarou, no final da manhã de ontem, seu voto no candidato Aécio Neves (PSDB) e defendeu que a “alternância de poder fará bem ao Brasil”. Num documento lido durante o anúncio, a candidata derrotada afirmou que os compromissos assumidos pelo tucano “são para os brasileiros e não uma imposição de suas vontades” e que rejeita as “velhas alianças pragmáticas”.