Publicado 13 de Outubro de 2014 - 15h58

Um feto de cinco meses do sexo masculino, praticamente todo formado, inclusive com cabelos, foi encontrado na caixa de esgoto do banheiro de um ônibus da Viação Transpen no domingo (12).

A polícia acredita que a mãe provocou o aborto com o uso de medicamentos. Apesar disso, a mulher não foi encontrada nem identificada até agora e está sendo procurada.

Quando for presa, ela responderá pelo crime, previsto no artigo 124 do Código Penal, cuja pena é de um a três anos de prisão. Se tiver sido ajudada por alguém, essa pessoa também responderá.

A Transpen informou que o funcionário que cuida do esgotamento da caixa dos banheiros encontrou o feto e comunicou seus superiores, que comunicaram a polícia, quem registrou a ocorrência.

A empresa não tem como localizar a mãe, já que não tem lista nominal de passageiros. Nenhuma mulher também aparentava estar grávida quando embarcou no veículo, segundo o motorista.

Para a polícia, a suspeita é de que houve um aborto provocado devido ao fato de que o normal, se tivesse sido espontâneo, era que a mãe procurasse ajuda ou que comunicasse o ocorrido.