Publicado 13 de Outubro de 2014 - 5h00

J.C. Lane, colunista, Correio Popular

Cedoc/RAC

J.C. Lane, colunista, Correio Popular

Na maioria das vezes os soluços não fazem mal e se resolvem naturalmente. Em casos mais raros, os soluços permanecem por dias ou até semanas. Quando isto acontece, podem interferir com a alimentação e com o sono.

Após cirurgias de grande porte, os soluços podem prejudicar a cicatrização da incisão operatória, ou, em outros casos, podem ser sinal de que algo mais grave está ocorrendo.

Quase todas as pessoas têm soluços, mas poucos sabem o que são. São simplesmente contrações repetidas e involuntárias do músculo (diafragma) que separa o tórax do abdômen.

 

O nervo que controla o diafragma chama-se frênico e se estende do pescoço ao diafragma.

 

Qualquer irritação deste nervo ocasiona a contração do diafragma. O soluço ocorre mais frequentemente quando o estômago está distendido, ou quando houve ingestão abusiva de álcool.

 

Existem inúmeras maneiras de tentar parar os soluços. Uma delas é massagear o céu da boca com um cotonete por um minuto ou mais. Não há garantia de que isto resolva o problema, mas, não custa tentar!